Zagueiro de ofício, lateral por ocasião? Ou será que Joseph vai se adaptar de vez à nova função e, com isso, dar fim ao problema da ala direita do América? Contra o Treze (PB), na Copa do Brasil, e o Cruzeiro, no Mineiro, ele teve atuações consistentes, coroadas com o gol da vitória em cima dos celestes, no Independência. Daqui para frente, a tendência é só melhorar. Pelo menos, é o que deseja o próprio jogador.

"Tenho me sentido muito bem nessa nova função. Não é tão fácil, mas com treinamento e ajuda do Lisca, do Cauan (de Almeida; auxiliar) e do Márcio (Hahn; auxiliar), venho me aperfeiçoando, e tem dado muito certo. Cada dia aprendo coisas melhores. Esta semana de parada é muito importante para isso, melhorar pequenos detalhes que às vezes deixamos de fazer", comentou Joseph.

Ciente de que o clube busca um reforço para a posição, o defensor prega serenidade e trabalho para se manter como titular da lateral. "Lógico que precisamos de novos companheiros para o setor, mas espero dar continuidade (na lateral) até o fim do campeonato, com respaldo da torcida e do clube", disse.

Por fim, espera mostrar a Lisca que tem condições de desempenhar um bom papel pela equipe. "Tenho buscado meu espaço. Não tive muitas oportunidades (em 2020), mas foco no trabalho sério. E quando entrei, tive a competência de fazer boas partidas. Pretendo continuar a atuar bem e fazer mais gols", afirmou.

América