Caso Dedé ainda não esteja 100% apto a jogar neste sábado (21), caberá a Cacá a difícil missão de, ao lado de Fabrício Bruno, marcar o artilheiro do Campeonato Brasileiro, o flamenguista Gabigol, que, sozinho, fez tantos gols quanto todo o time do Cruzeiro na competição: 16. Com personalidade e otimismo, o jovem beque não arreda o pé e se diz pronto para este que, talvez, seja seu maior desafio individual, até o momento.

“A expectativa é muito boa. A zaga está bem preparada. Nosso time vai forte, pra cima, em busca dos três pontos”, afirma Cacá.

Até agora, o zagueiro participou de oito partidas na equipe profissional do Cruzeiro e, com isso, vai pegando cancha, mesmo em meio a um quadro negativo vivido pela Raposa. “Fiz bons jogos contra times grandes. Estou confiante, demonstrando meu valor no dia a dia”, comentou.

Professor

Com Dedé de volta às atividades do time, fica a dúvida quem será o titular neste sábado. Independentemente de quem entre em campo, Cacá ressalta a importância do “Mito” dentro e fora das quatro linhas.

“A volta do Dedé é muito importante. Estamos sempre aprendendo com ele. É importante tê-lo ao lado no dia a dia, aprender mais para jogar no nível que ele joga”, disse.