Depois de passar em branco nos dois primeiros dias do Grand Prix de Düsseldorf, na Alemanha, o Brasil enfim comemorou seu primeiro pódio. E foi justamente o lugar mais alto. Maria Suelen Altheman derrubou a campeã mundial Song Yu na final e faturou a medalha de ouro na categoria acima de 78kg.

A chinesa Song Yu também é a atual líder do ranking olímpico. A segunda colocação da lista pertence a outra chinesa Sisi Ma, que também foi vítima da brasileira neste domingo (21). Maria Suelen venceu Sisi na semifinal. Nas duas lutas, levou a melhor por ippon, com uma grande exibição.

Antes de superar as chinesas, ela derrotou a mongol Javzmaa Odkhuu e a alemã Jasmin Kuelbs, também por ippon. Na sequência, bateu a francesa Lucie Kanning nas quartas de final. Com o triunfo sobre Sisi Ma, Maria Suelen voltou a disputar uma final, o que não acontecia desde o Mundial de 2014.

A medalha de ouro vem em boa hora para a brasileira, que ainda busca sua vaga nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Com o ouro, Maria Suelen somou 300 pontos no ranking olímpico, o que lhe ajudará a superar Rochele Nunes na lista. Antes desta competição, Rochele aparecia à frente de Suelen, com 514 pontos, contra 478 da compatriota.

As duas brigam por uma vaga na Olimpíada. A Confederação Brasileira de Judô vai utilizar o ranking olímpico como base para definir os classificados. Mas já avisou que outros critérios serão levados em consideração, como os resultados recentes de cada judoca.

Maria Suelen não foi a única brasileira a competir neste domingo (21). Tiago Camilo, na categoria até 90kg, venceu a primeira luta, mas caiu na segunda, equivalente às oitavas de final. Rafael Buzacarini (até 100kg) e Rafael Silva (acima de 100kg) foram eliminados na mesma fase.

Agora a seleção brasileira voltará suas atenções para o Pan-americano de Lima, que será disputado no Peru, entre os dias 5 e 6 de março.