A história centenária do Boca Juniors com os 113 anos de fundação do clube não contempla nenhum rebaixamento à Segunda Divisão do Campeonato Argentino. E tal feito inspirou o clube a provocar seus rivais com o auxílio da tecnologia. 

Na Bombonera, a diretoria Xeneize instalou um contador que mostra em tempo real e a cada segundo o tempo de permanência do Boca na elite Argentina. 

São contabilizados no painel, que está instalado na área dos camarotes, além dos anos, os dias, horas, minutos e os segundos. No painel ainda se lê os seguintes dizeres: “O único grande”. 

Outros grandes clubes argentinos já tiveram o desprazer de jogar à Série B do Campeonato Argentino, dentre outros o Racing, o Independiente e o River, tradicionais adversários do Cruzeiro nas competições sul-americanas.