Anunciado pelo Botafogo de Ribeirão Preto como uma das principais contratações para o Paulistão deste ano, o lateral-esquerdo André Santos ficará lembrado por uma nova polêmica em sua carreira. Em comunicado nesta terça-feira (2), o TJD-SP anunciou que o jogador está suspenso por 30 dias em jogos no Estadual após ter sido flagrado no exame antidoping.

O jogador, que já defendeu gigantes como Arsenal, Corinthians e Flamengo, deu positivo para a substância hidroclorotiazida, diurético que auxilia na troca de líquidos no corpo, no empate por 1 a 1, contra o São Bento, no dia 11 de fevereiro. Ela é proibida por mascarar outros agentes dopantes que podem ter sido utilizados.

Como o vínculo com o jogador se encerrou no último domingo, o Botafogo foi comunicado e imediatamente enviou o documento de suspensão para representantes do jogador. Atualmente ele está sem clube. Comunicado sobre o exame positivo no dia 13 de maio, o clube pediu uma contraprova, que manteve o resultado, só foi divulgado na segunda-feira.

As contraprovas foram pedidas na data prevista e o clube respeitou as determinações do TJD-SP. Por isso não há risco de o time de Ribeirão Preto sofrer alguma punição.