A passagem apagada do lateral-esquerdo Mansur, pelo Sport Recife, se encerrou na semana passada. O jogador, agora, volta a pertencer ao Atlético, dono dos seus direitos econômicos. Entretanto, ele se reapresentará ao Galo na próxima semana com o futuro indefinido.

O atleta de 23 anos foi emprestado ao time de Pernambuco por 12 meses, em junho do ano passado. Mas foi pouco aproveitado, apenas 13 jogos realizados. Chegou a ter oportunidade com a saída de duas opções para a lateral esquerda, Rodney Wallace e Renê. Mas logo o Sport contratou Eugenio Mena junto ao Cruzeiro.

A passagem apagada de Mansur na Ilha do Retiro ainda teve um capítulo negativo de indisciplina. Em um treino recreativo, ele chegou a trocar socos com o volante Ronaldo. O incidente foi minimizado pela direção do Leão e o perfil oficial do clube no Twitter chegou a publicar uma foto dos "brigões" sorridentes, selando a paz.

O empresário de Mansur, Francisco Godoy, confirmou ao Hoje em Dia que o jogador voltará ao Galo. Entretanto, dificilmente será reaproveitado por Roger Machado, que hoje conta com três nomes para a lateral esquerda: Fábio Santos, Danilo Barcelos e Leonan.

Direito federativo de Mansur volta ao Atlético

Direito federativo de Mansur volta ao Atlético

"O empréstimo dele com o Sport se encerrou e ele retornará ao Atlético na próxima semana. Ainda não sabemos o que irá acontecer. Vamos esperar o primeiro contato com o Roger (Machado). Não tenho informação se ele será aproveitado ou não, é aguardar a chegada dele", disse o empresário do jogador, ao HD.

Estrela das categorias de base do Vitória, Mansur foi contratado pelo Atlético junto ao time baiano em agosto de 2015, por empréstimo. Posteriormente, foi adquirido em definitivo pelo Galo, mas sem jamais corresponder as expectativas e foi repassado ao Sport no ano passado.

O nome do jogador voltou a ser publicado no BID (16/5) com o direito federativo atrelado ao clube mineiro. Ele tem contrato com o Galo até 2020 e disputou apenas cinco partidas em Minas Gerais.