Anunciado como novo jogador do Atlético, o atacante Geuvânio chega ao clube com o aval do comandante. Em entrevista coletiva, nessa sexta-feira (8), na Cidade do Galo, o técnico Levir Culpi avaliou a contratação (que durante a coletiva ainda não estava certa), fazendo vários elogios ao ex-jogador do Flamengo.

“Observamos bem o atleta. Acho que se encaixa bem no perfil do Atlético. É objetivo, é rápido, tem uma finalização legal, bate bem com a perna esquerda. Bate conscientemente na bola. Tem uma técnica e tem Pedigree. Ele não estourou, aquela coisa toda, mas a qualidade técnica, tática e física ele tem. Por que não encaixou? Por que não pode encaixar no Atlético? Vamos acolher e procurar explorar ao máximo o potencial dele “, completou Levir.

A falta de opções consolidadas para atuar pelas beiradas do campo vem sendo um dos problemas enfrentados pelo técnico alvinegro em 2019.

Com a lesão de Maicon Bolt, Levir tem contado apenas com Luan e Chará, que não vive boa fase, nos principais duelos da temporada.

Apesar de duas temporadas apagadas no time carioca, o comandante confia que Geuvânio pode agregar ao elenco atleticano.

“O primeiro contato foi hoje, que conheci. Mas quero ver aqui comigo. Eu vi todos os lances, a característica técnica que ele tem. E acho que é a característica pro cara se dar bem no futebol. É isso. Vamos ver se a gente consegue conciliar essas coisas. Ele tem condições, sim, de ser um cara muito importante na nossa campanha”.

Campeonato Mineiro

Enquanto o time titular se prepara para o duelo com o Nacional-URU, na terça-feira (12), às 21h30, em Montevidéu, pela Libertadores, a equipe reserva tem pela frente um compromisso pelo Campeonato Mineiro.

Nesse sábado (9), às 16h30, o Galo enfrenta o Patrocinense, no estádio Pedro Alves do Nascimento, em Patrocínio, pela 9ª rodada do estadual.

Líder com 19 pontos, a equipe alvinegra joga para manter a ponta na primeira fase do torneio, o que lhe garantiria vantagens nas fases finais da competição.

Mesmo sem a formação ideal, Levir Culpi admitiu o favoritismo do Atlético contra a equipe do interior, reforçando a necessidade de trazer três pontos para Belo Horizonte.

“Temos uma distância de três pontos para o Cruzeiro. O América também está perto. Se você conseguir manter a distância, é importante. São os três clubes que mais estão próximos, teoricamente, da conquista do título. Pelo investimento, estrutura, tudo. A gente precisa confirmar. Não foi fácil atingir o primeiro lugar. O importante é que você consiga manter o elenco focado e manter a primeira posição, procurar o melhor”, afirmou o técnico alvinegro.