Com nova cirurgia para corrigir uma lesão no ligamento colateral anterior do joelho esquerdo, o volante Gustavo Blanco reinicia uma batalha para voltar as gramados. É desfalque certo para o Atlético até a reta final do ano. Inscrito na Libertadores, ele só poderá ser substituído caso o Atlético passe por Danubio, Defensor ou Barcelona-EQU e se classifique na fase de grupos pras oitavas. A substituição de um jogador lesionado na lista, fora do período estabelecido, só é possível para um goleiro contundido. 

Blanco, que havia operado o mesmo joelho na parada da Copa do Mundo de 2018 - em julho -, havia há pouco sido liberado pelo Departamento Médico para treinar com bola junto aos demais jogadores do elenco. Mas sofreu uma entorse no joelho na última quarta-feira. O camisa 30 ocupava a última das 25 posições do Galo na lista de inscritos da Pré-Libertadores, divulgada no sábado anterior à estreia diante do Danubio, na terça-feira passada.

Agora, conforme previsão do regulamento da Libertadores 2019, o Atlético só poderá colocar outro jogador no lugar de Blanco caso o time esteja presente no mata-mata posterior ao chaveamento. Para a "Pré-Libertadores", há a possibilidade de inscrever até 25 jogadores, ou mandar uma lista de 20 primeiro e depois uma outra "provisória" de 5 atletas que não estão totalmente regularizados.

Para a fase de grupos, o clube pode incrementar a lista de 25 inicial com mais cinco jogadores. Se foram inscritos, por exemplo, apenas 20 atletas na "pré", então serão 25 no total na fase de grupos, considerando a incrementação total permitida.

Apenas nas oitavas de final é que a Conmebol permite a substituição da lista de até 30 apresentados. São 5 mudanças para as oitavas de final, duas modificações para as quartas de final, e mais duas substituições para a semifinal. Antigamente, a Libertadores limitava essas trocas, mas como a competição virou anual, é facilitada a remontagem do elenco disponível pra competição. 

Clique aqui e veja o regulamento da Libertadores 2019 (em espanhol)

Leia mais:

Ex-América, Rodriguinho projeta reencontro com o Independência: 'quero fazer história no Cruzeiro'

Após 'não' em 2018, VAR no Brasileirão 2019 será pauta de votação em reunião na CBF

Atlético x Danubio: invicto em casa em mata-mata na Libertadores, Galo luta por R$ 2 milhões