américa, lisca

O América perdeu por 2 a 1 para o Atlético no primeiro jogo das semifinais do Campeonato Mineiro, na tarde deste domingo (2), no Mineirão, e agora o time atleticano segue com a vantagem do empate para se classificar às finais. 

Depois do resultado negativo no Gigante da Pampulha, o técnico americano analisou as dificuldades do Coelho no jogo. Lisca admitiu que a versatilidade tática de Sampaoli é um grande desafio nos jogos contra o Atlético. 
"O primeiro tempo, na verdade, eles fizeram os gols, tiveram controle, mas não tiveram muitas possibilidades. Fizeram volume, mas jogaram muito nos nossos erros. A gente contribuiu muito na feitura dos dois primeiros gols. A gente tem tido dificuldade nas primeiras partes do jogo, até pela variação que o Sampaoli faz, mas na segunda parte a gente tem crescido. Temos que achar agora uma maneira de melhorar na primeira parte, mantermos o nível na segunda, e crescer como viemos crescendo. Esse é o nosso grande desafio", analisou, parabenizando o treinador atleticano, a quem em outras oportunidades também o elogiou. 

"Parabenizar o Atlético, a qualidade da equipe, essas variações táticas que ele (Sampaoli) faz, a gente quebra a cabeça, precisa estudar muito, mas muitas vezes a gente não consegue neutralizar, o que foi o caso, principalmente depois do gol", comentou, falando mais a respeito do jogo da tarde deste domingo.

"A gente trabalhou algumas alternativas ofensivas. A gente estava razoalvemente bem até o gol, em uma bola parada, que dá uma vantagem para o adversário. Abalou nosso time pela maneira que foi o gol, a gente estava controlando bem. Depois do primeiro gol, sim, eles entraram bem no nosso campo, pegaram confiança. A gente ficou com muita dificuldade de contra-atacar. É um treinador muito auspicioso, porque ele muda muito o sistema de um jogo para o outro. É a terceira  vez que a gente encontra o Atlético, e a terceira maneira que ele começa o jogo", ressaltou.

Lisca fez uma análise bem completa do que foi o jogo contra o Atlético. "A gente neste primeiro momento conseguiu controlar bem, mas não conseguimos agredir, principalmente depois do primeiro gol. O segundo também foi um problema nosso, a gente estava com a bola, zona de construção, perdemos a bola, isso pegou nosso time mal posicionado, e com a qualidade que eles têm, contra o Atlético, não podemos errar como a gente errou, eles fizeram o segundo gol. Primeiro tempo foi muito ruim pra gente, aí, animicamente, o time sentiu, eles tiveram controle. Depois da parada demos uma pequena equilibrada, mas sem força ofensiva. Segundo tempo mudamos a maneira (de jogar), entramos com dois jogadores mais ofensivos, adiantamos mais o time, já tínhamos a leitura do primeiro tempo, conseguimos encaixar mais a macarção, fizemos um gol cedo, o que nos deu mais confiança, crescemos na partida. Poderíamos empatar com duas, três possibilidades, mas depois nos expusemos demais, eles tiveram dois contra-ataques, mais uma vez um erro nosso, a bola era para ser jogada na área, a gente perdeu praticamente com o time todo dentro da área, eles acabaram contra-atacando bem", comentou.