O técnico Lisca comemorou, claro, a vitória do América sobre o Villa Nova, na noite desta quarta-feira (12), no que ele chamou de um jogo contra uma ‘pedreira’. No entanto, não deixou de ‘puxar a orelha’ de seus comandados, uma vez que o triunfo por 2 a 1 se deu por meio de uma virada e muito suor.

“Tenho conversado com meus atletas: jogar é uma coisa, ganhar é outra. Ganhar um jogo de futebol é uma arte. Temos que ser mais efetivos, transformar a superioridade em vantagem para não correr o risco que corremos hoje mais uma vez”, ressaltou ele, referindo-se ao fato de o alviverde ter sido superior ao Leão no primeiro tempo, que terminou com triunfo parcial do Villa por 1 a 0.

América

Somente na segunda etapa é que o América obteve a virada. “Saímos de um primeiro tempo em que o adversário não deu um chute. A gente falhou no gol do adversário, como se deu na partida com o Cruzeiro; num erro nosso, demos o gol”, comentou o treinador.

“No segundo tempo, entramos com mais brio e fizemos um gol cedo, que nos deu mais tranquilidade e confiança. Depois, sustentamos. A gente mereceu”, completou.

O próximo compromisso do Coelho será na segunda-feira (17), contra o Coimbra, no Independência. O mando de campo é da equipe de Contagem