O meio-campista Lucas Silva, do Cruzeiro, garantiu - em entrevista coletiva nesta segunda-feira - que os jogadores estão motivados para a disputa das quartas de final da Copa da Primeira Liga diante do Grêmio, nesta quarta, às 21h45, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em uma "reedição" da semifinal da Copa do Brasil, vencida pelos mineiros na semana passada.

O jogador frisou que o torneio, apesar de ainda não ser expressivo para a maioria dos torcedores, vale um título, além de ser uma oportunidade para atletas pouco aproveitados no elenco ganharem espaço devido ao extenso calendário do futebol brasileiro. Por fim, Lucas Silva ressaltou que a competição é uma chance de o Cruzeiro mostrar a força de seu grupo.

"Afunila cada vez mais o calendário. Se a gente conquista a vitória na quarta, já tem jogo no fim de semana. E vejo que a gente vai demonstrar que o elenco do Cruzeiro é forte nesses momentos. Não sei se o Mano (Menezes, treinador) tem em mente poupar alguns jogadores ou não. Mas, nessa reta final, acho que todo mundo vai ter oportunidade, pelo desgastes dos jogos, dos confrontos decisivos. E o Cruzeiro vai muito forte em todas as competições", garantiu o volante.

Lucas Silva disse que está recuperado do lance que o tirou do empate em 1 a 1 contra o Santos, no último domingo, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio do Mineirão, a poucos minutos do fim da partida - ele foi atingido pelo atacante Alisson, companheiro de equipe, com uma joelhada nas costelas.

"Está tranquilo. Aconteceu um lance que eu dominei a bola, escorreguei e, mesmo caído, consegui fazer um passe. Logo depois, o Alisson chegou de carrinho, deu uma joelhada na minha costela e em seguida senti cãibra. Na hora, foi uma dor muito grande, não só na panturrilha, mas na costela, porque fiquei sem ar. Os médicos disseram que eu iria ser substituído, eu disse que queria continuar. Eles disseram que pelas condições eu estava bem cansado também", contou Lucas Silva.

Os jogadores do Cruzeiro fizeram nesta segunda-feira, na Toca da Raposa II, em Belo Horizonte, o primeiro treino com vistas ao jogo contra o time tricolor gaúcho. Mano Menezes ainda não definiu se colocará em campo a equipe titular ou um mistão. Em caso de empate, a classificação para a semifinal da competição será definida nos pênaltis.

Os volantes Henrique, Robinho e o atacante Alisson participaram normalmente das atividades. O zagueiro Léo - que não atuou contra o Santos e deverá ser poupado para a decisão da Copa do Brasil diante do Flamengo - fez somente atividades internas. Já o meio-campista argentino Lucas Romero (com dores no tornozelo) e o zagueiro Manoel (que ainda se recupera de cirurgia no pé esquerdo) continuam em tratamento no departamento médico do clube celeste.