O técnico Vanderlei Luxemburgo aprovou o rendimento do atacante Wellington Nem desempenhando um papel similar ao de um armador no empate em 1 a 1 com o Goiás, nessa terça-feira (7), na Serrinha, pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. E existe a possibilidade de o avante ser mantido nessa função contra a Ponte Preta, no sábado (11), às 11h, na Arena do Jacaré, pela 23ª rodada.

“Uma coisa que aconteceu no treinamento e que pode ocorrer (novamente) é a entrada do Wellington Nem por dentro. Ele é um jogador rápido, recebe a bola sempre, é agudo e vai para dentro do gol. Então, a gente vai estudar isso com calma”, afirmou.

E foi além: “Jogou muito bem quando veio para dentro. Por fora, a bola não está chegando a ele. A gente vai achar um espaço ali. Estamos identificando, e as coisas estão acontecendo. Estamos fazendo as mudanças”.

Cruzeiro

Dez jogos

Em outro momento de sua entrevista coletiva, após o empate com o Goiás, Luxa afirmou que o Cruzeiro tem a obrigação de ganhar, no mínimo, mais dez confrontos até o fim da Série B.

“Temos que ganhar partidas contra adversários que não estão indo a lugar algum. São dez jogos que eu coloquei aos atletas, e não vou falar quais são essas equipes. Porém, temos a obrigação de ganhar. Dez duelos importantes que precisamos jogar tanto dentro quanto fora para ganhar”, comentou.

Leia mais:
Cruzeiro empata com o Goiás e está a 12 pontos do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro
‘Rei dos empates’ na Série B do Brasileiro, Cruzeiro chega à sua nona partida seguida sem perder