Sem marcar pontos, a Sauber vive um dos piores momentos de sua história e figura a parte de baixo da tabela de classificação, tanto no Mundial de Construtores como no Mundial de Pilotos. Apesar da situação, quem mostra otimismo é Monisha Kaltenborn, chefe da escuderia, que acredita que a equipe irá se recuperar após a pausa feita na Fórmula 1.

"Estou absolutamente confiante de que vamos voltar de novo. Vai levar um pouco de tempo. Nós estamos nos movendo na direção certa, e, claro, espero que as coisas mudem nesta temporada, então vamos pensar nisso corrida por corrida", disse Kaltenborn em entrevista ao site oficial da F-1.

Para muitos, há a confiança de que a Sauber pode repetir o que foi feito na temporada passada, quando conquistou 50 pontos na segunda metade do ano e se recuperou de um início ruim. Para Monisha, no entanto, manter o desenvolvimento no carro na segunda parte do ano foi o que prejudicou a equipe em 2014.

"Se você olhar para o próprio desempenho, acho que, com todo otimismo que você pode imaginar, não vejo nada de positivo. O que eu acho é que temos que ter em mente que é por isso que estamos onde estamos hoje. Isso remonta à temporada passada, na qual tomamos a decisão de continuar no carro daquele ano, sabendo muito bem que isso significaria assumir um risco considerável sobre 2014, bem como o desenvolvimento do carro que passaria por grandes mudanças", disse a dirigente, ressaltando ainda mais a escolha errada.

"Tomamos essa decisão e ela acabou sendo a decisão certa para a última temporada, mas não esperava que estaríamos diante de tantos problemas como estamos agora", completou.