Tendo marcado pontos em duas das três etapas já disputadas até aqui no Mundial de F-1 deste ano, o estreante Felipe Nasr acredita que tanto ele quanto a Sauber têm aproveitado ao máximo as oportunidades que apareceram neste início de campeonato.
 
"Somos uma equipe limitada financeiramente em comparação com a maioria dos outros times no grid. O que fico feliz é que com o pouco que temos estamos fazendo muito e aproveitando as chances que temos. Basta ver a Toro Rosso, por exemplo, que tinha um carro muito mais competitivo que o nosso nestas corridas e tinha que ter pontuado muito mais que a gente, o que não foi o caso. Acho que estamos no lucro", disse o piloto brasileiro, que neste domingo disputa sua quarta corrida na F-1, o GP do Bahrein.
 
Na última etapa, o GP da China, disputado no último domingo, a Sauber viu seus dois pilotos marcarem pontos pela segunda vez na temporada: Nasr foi o oitavo e Marcus Ericsson, o décimo.
 
Na Austrália, prova que abriu o Mundial deste ano, o brasileiro chegou no quinto posto e seu companheiro de Sauber foi o oitavo colocado.
 
Apenas na Malásia a equipe suíça deixou de entrar na zona de pontuação, já que Ericsson abandonou e Nasr completou a corrida em 12º.
 
No Mundial de Construtores, a Sauber ocupa o quarto posto, com 19 pontos conquistados, contra 12 da Toro Rosso, que está na sexta colocação -a Mercedes lidera, com 119.
 
Apesar do bom resultado na última corrida, Nasr acredita que o ânimo do time está bom desde antes da abertura do campeonato.
 
"Acho que nosso time está animado desde a pré-temporada e desde a corrida na Austrália eles tiveram a percepção boa do potencial que temos e que devemos aproveitar este começo de campeonato. Todos estão com o mesmo pensamento."
 
Ainda de acordo com o piloto brasileiro, a tendência é que comece a ficar cada vez mais difícil marcar pontos com o desenrolar do campeonato e com as equipes mais ricas se distanciando cada vez mais das demais.
 
"Já deu para ver na corrida da China que ficou mais difícil de pontuar, mas acho que este final de semana é um dos poucos que podemos ficar entre os dez. Temos que contar com uma boa classificação e tentar melhorar um pouco na corrida. Temos de administrar melhor os pneus traseiros e tentar aproveitar os problemas das outras equipes. Mas este é o momento ideal, porque daqui para a frente vai ficar cada vez mais complicado", completou Nasr.
 
O primeiro treino livre para o GP do Bahrein será disputado nesta sexta-feira, a partir das 8h (de Brasília).