O técnico Luiz Felipe Scolari tentou minimizar o fato de o Palmeiras ter conseguido fechar a primeira fase com a melhor campanha da Copa Libertadores. O treinador lembrou da queda no ano passado diante do Boca Juniors nas semifinais para descartar qualquer vantagem por poder decidir as partidas em casa.

"Sendo bem sincero na resposta. O que nos dá certeza é que jogamos o segundo jogo em casa, diante da nossa torcida. O futebol de hoje, temos o exemplo do ano passado. Classificamos em primeiro no geral, mas em um descuido de 10 minutos perdemos a Libertadores. O nosso exemplo é do ano passado", disse o treinador.

Na partida de ida contra o Boca Juniors, o time alviverde teve um descuido de alguns minutos em Buenos Aires e perdeu por 2 a 0. A volta terminou 2 a 2 no Allianz Parque, em São Paulo, e os brasileiros deram adeus à competição. "Vamos continuar focados. Temos trabalhado com muita intensidade, temos colhido os frutos. Conseguimos realizar nossos primeiros objetivos. Esperamos que esse ano seja diferente, melhor", comentou o treinador.

Os confrontos das oitavas de final serão definidos por sorteio nesta segunda-feira. As partidas, no entanto, só acontecerão depois da pausa para a Copa América, competição que acontecerá entre 14 de junho e 7 de julho no Brasil.

"Não vejo como a gente ia ficar melhor ou pior até lá. Tem a Copa América, não adianta, já estava definido assim. Eu prefiro pensar que, tendo os jogos que temos e o tempo que temos para se preparar para um adversário, é até melhor", analisou Felipão.

Leia mais:
Flamengo e Grêmio avançam e Brasil tem seis classificados às oitavas de final da Libertadores
Vitória do Palmeiras deixa Cruzeiro com segunda melhor campanha da Libertadores
Mano lamenta ‘pecadinho’ no fim e diz que derrota servirá de aprendizado para o Cruzeiro