O brasileiro Felipe Nasr terá um grande desafio para este fim de semana. No GP da Rússia, terá pela frente uma pista que pouco conhece. Além disso, depende de evoluções nos ajustes aerodinâmicos de sua Sauber para fazer bonito em Sochi e melhorar o desempenho da última etapa, no Japão, quando foi apenas o 20.º colocado.

"O circuito em si consiste basicamente de curvas de baixa e média velocidade. Então, estabilidade no freio, assim como a tração, é muito importante. Durante o fim de semana, nós vamos continuar a trabalhar para evoluir nosso pacote aerodinâmico", declarou o brasileiro.

Será a primeira vez que Nasr pilotará um Fórmula 1 em Sochi, mas o piloto teve bom desempenho em 2014 no local, pela GP2. "A pista em Sochi é outra em que vou pilotar minhas primeiras voltas em um carro de Fórmula 1. Mas eu a conheço das corridas de GP2 do ano passado. Tenho boas memórias desse fim de semana, depois de terminar uma das provas no pódio", lembrou.