Ginástico e JAM/Mackenzie se reencontram nesta quinta-feira, às 20h. Dessa vez, no ginásio do Buritis, para o segundo jogo do returno da fase de classificação do Campeonato Mineiro de Basquete. No primeiro duelo, quando se enfrentaram com mando de quadra do time do bairro Santo Antônio, os donos da casa venceram por 68 a 49.

As duas equipes têm objetivos semelhantes: terminar entre os quatro primeiros para passar às semifinais da competição e ainda garantir uma vaga na Copa Brasil da modalidade. Entretanto, apesar de a competição ter apenas cinco equipes, os dois clubes fazem uma verdadeira final, pois uma vitória aproximaria o time da classificação.

Em último lugar, o Ginástico tem apenas uma vitória em cinco partidas e precisa vencer, pelo menos, dois dos três confrontos que faltam para seguir na disputa.

Vida dura

O Mackenzie ocupa a penúltima colocação, com um triunfo e três derrotas. Embora tenha um jogo a menos que os rivais, não tem vida fácil: ainda enfrenta o Icatu/Minas e o Unitri/Universo, de Uberlândia, primeiro e segundo colocados que, com a diferença de orçamento, disputam um campeonato a parte.

Sabendo das dificuldades, o técnico do Mackenzie, Francisco Saraiva, espera repetir o resultado do turno, quando contava com o ala Jefferson Sobral, que está nos Estados Unidos para participar de “peneira” do Washington Wizards.

“É lógico que é uma perda muito significante. Ao mesmo tempo, temos que nos acostumar a jogar sem ele. Perdemos muito na parte ofensiva, mas é a hora de mostrar a força do grupo”, analisa o treinador. “Será um bom jogo e, mesmo desfalcados esperamos vencê-los novamente”, conclui.