O Manchester United vai continuar com a sua política de investir pesado em jogadores considerados estrelas do futebol internacional ao invés de tentar imitar o Leicester, que lidera o Campeonato Inglês depois de apostar em atletas pouco conhecidos e considerados baratos. Com um elenco que custou cerca de US$ 75 milhões (aproximadamente R$ 298 milhões) para ser montado, o Leicester está na luta para ganhar seu primeiro título do Inglês e com uma vantagem de 12 pontos para o United.

O dono de 20 títulos ingleses gastou mais de US$ 360 milhões (mais de R$ 1,43 bilhão) em jogadores desde que Louis van Gaal assumiu o comando da equipe em 2014. O time, porém, não foi campeão com o treinador, está em quinto lugar no Inglês e foi eliminado na fase de grupos da Liga dos Campeões. Apesar da ascensão do Leicester, o vice-presidente do United, Ed Woodward, disse nesta quinta-feira que o clube vai continuar buscando jogadores em um "mercado ligeiramente diferente".

O United nunca teria contratado Jamie Vardy e Riyad Mahrez, que juntos marcaram 32 gols em 25 jogos do Inglês. Vardy foi comprado por 1 milhão de libras (R$ 5,7 milhões) do modesto Fleetwood Town, enquanto Mahrez era desconhecido quando chegou do francês Le Havre por 400 mil libras (R$ 2,3 milhões). Por outro lado, Wayne Rooney, que ganha 300 mil libras (R$ 1,7 milhão) por semana, tem apenas sete gols marcados.

"O Leicester é um ponto de referência fantástico para todo mundo este ano", disse Woodward em uma teleconferência com analistas financeiros nesta quinta-feira. "Eu acho que a filosofia que temos é a meta de qualidade de jogadores com base em uma enorme quantidade de aferições que fazemos e análise dentro do campo de treinamento. Então nós fazemos o nosso melhor para fazer o melhor negócio possível".

"Alguns jogadores são comprados por outros clubes com o objetivo de desenvolver algo especial em alguns anos", disse Woodward. "Há um pouco mais de pressão em alguns dos maiores clubes para trazer jogadores que são de alto nível, que estejam beirando o alto nível mundial quase que imediatamente".

Os números mais recentes mostram que o United pode investir alto na próxima janela de transferências, afinal, possui reservas de 121,6 bilhões de libras (R$ 696,6 milhões). Além disso, deve superar a casa dos 500 milhões de libras (R$ 2,86 bilhões) de receitas no atual exercício.