Um dia após a inédita medalha de ouro de Rebeca Andrade no salto, a ginástica artística do Brasil terá mais três chances de subir ao pódio nos Jogos de Tóquio, na manhã desta segunda-feira (2), a partir das 5h (de Brasília)

A primeira delas com a própria Rebeca, que tentará medalhar pela terceira vez no Japão na disputa do solo. Além da vitória no salto, a ginasta também levou a prata no individual geral.

Maior estrela do esporte nos últimos anos, a norte-americana Simone Biles, assim como o fez em outras provas, também desistiu da disputa para cuidar de seu bem-estar emocional.

Representante do Minas Tênis clube na modalidade nesta edição da Olímpiada, Caio Souza está na decisão do salto. Na sua estreia na competição, Souza terminou na 17ª colocação no individual geral.

Por fim, um dos principais nomes da história do país na ginástica brasileira vai tentar seu terceiro pódio olímpico. Ouro em Londres 2012 e prata na Rio 2016, Arthur Zanetti será o Brasil na disputa das argolas.

Os principais adversários de Zanetti na luta pelo ouro são Eleftherios Petrounias, da Grécia, e Liu Yang, da China.