O técnico Mano Menezes cobrou melhora dos meias do Palmeiras. Após optar por Lucas Lima diante do Atlético-MG, o treinador voltou a escalar Gustavo Scarpa como titular no clássico contra o Santos, que superou o time alviverde por 2 a 0, quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador explicou que a mudança aconteceu por causa de outra mexida na equipe: na posição de centroavante.

"O Lucas foi escolhido para iniciar contra o Atlético. Como íamos jogar com o Borja, entendemos que precisávamos de um jogador que armasse mais a jogada. Com o Luiz Adriano, que tem mais mobilidade, o Scarpa casa melhor. Mas o Scarpa iniciou todos os outros jogos. Voltou o Luiz Adriano, voltamos com a formação", explicou, para depois cobrar evolução de Scarpa e Lucas Lima.

"Nossos meias têm oscilado bastante nos jogos. Temos uma amostragem pequena para formar uma opinião mais definitiva. Mas a equipe vem mudando seu jeito de jogar, precisamos muito dos meias para eles darem a consistência para a equipe. Para eles darem a consistência, precisam dar segurança aos jogadores de meio-campo. Segurança o meia dá quando a bola chega e ele não perde, quando a bola chega e ele enxergar uma jogada para frente. Temos que trabalhar para chegar nesse ponto", afirmou o treinador.

Para o próximo jogo, contra o Botafogo, sábado, no Pacaembu, Mano Menezes não deverá contar com Luiz Adriano. O atacante sofreu uma lesão ainda no primeiro do clássico contra o Santos e foi substituído por Carlos Eduardo. Ele já havia sido poupado da partida diante do Atlético-MG por causa do desgaste muscular.

"Sempre momentos depois é prematuro falar da gravidade de uma lesão. Aparentemente, é uma lesão muscular. Antes, no jogo contra o Atlético, não tínhamos uma lesão, só uma probabilidade de ter. Por isso não o colocamos, para evitar a lesão. Agora a condição era outra antes do jogo, em termos de avaliação. Mas pelo relato do jogador, provavelmente temos uma lesão muscular", disse o técnico.

Enquanto terá o provável desfalque de Luiz Adriano, o treinador poderá contar novamente com Deyverson, que cumpriu suspensão no clássico contra o Santos. Willian, expulso, e Felipe Melo, que recebeu o terceiro cartão amarelo, não enfrentarão o Botafogo.

Leia mais: