A  vitória do Cruzeiro por 3 a 2, de virada, sobre o Guarani-SP, na noite desta terça-feira (11), no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, teve um sabor especial para o atacante Marcelo Moreno.

Ao converter uma cobrança de pênalti aos 29 minutos do primeiro tempo, o centroavante encerrou o jejum de gols que o acompanhava nesta sua terceira passagem pela Toca da Raposa II.

Principal contratação do time celeste para a temporada até o momento, o atacante havia atuado em sete partidas antes de desencantar diante do Bugre.

Artilharia estrangeira

Além de quebrar o jejum de gols, Marcelo Moreno retomou a briga pela ponta da artilharia estrangeira do Cruzeiro.

Com o tento marcado sobre o Guarani, o boliviano soma agora 46 gols pelo clube estrelado, quatro a menos que o uruguaio Arrascaeta, que hoje defende o Flamengo.

Os 101 jogos de Marcelo Moreno pelo Cruzeiro são divididos em três passagens. Na primeira delas, entre 2007 e 2008, o jogador marcou 21 gols e conquistou o título do Campeonato Mineiro de 2008.

O boliviano voltou ao time celeste em 2014, ano em balançou a rede 24 vezes e levantou as taças do Estadual e do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista ao canal Premiere, Marcelo Moreno comentou sobre o gol e o retorno ao Cruzeiro: "Eu sempre trabalho para o time. O meu papel sempre é tentar ganhar com o grupo, e essa minha volta se deu justamente por querer construir uma nova história nesse momento difícil do clube. O gol, obviamente, é importantíssimo, mas o mais importante, neste momento, são as vitórias".