“Foi um prazer rebaixar o Cruzeiro”. A frase do lateral-direito Marcos Rocha, do Palmeiras, foi uma das várias provocações do ex-jogador do Atlético durante uma entrevista concedida à Rádio 98 FM nesta quinta-feira (2).

Um dos assuntos abordados durante o papo com o atleta foi a partida envolvendo a Raposa e o Verdão, pela última rodada do Brasileirão do ano passado, que culminou com o rebaixamento dos celestes. Segundo Rocha, alguns cruzeirenses pediram para o Palmeiras “tirar o pé”.

“Tentei contagiar ao máximo meus companheiros naquele dia. Falei que era muito importante para mim participar do rebaixamento do Cruzeiro, por toda a história que tenho dentro do Atlético e pela rivalidade que existe”, relatou.

“Dentro de campo, alguns jogadores pediram para tirar o pé e para ajudar, mas era um momento único na minha carreira. A oportunidade estava batendo à porta. Tinha certeza que naquele jogo a gente iria sacramentar o rebaixamento do Cruzeiro. E não deixei passar”, completou.

Cruzeiro

Tardelli

Na mesma entrevista, Marcos Rocha destacou a felicidade em ver o amigo Diego Tardelli vestindo novamente a camisa do Galo.

“Tentei levar o Tardelli para o Palmeiras (no ano passado), falei com o (Alexandre) Mattos (na época diretor do clube paulista), mas ele (Tardelli) acabou fechando com o Grêmio. (O Tardelli) precisava de um período maior de adaptação, não mostrou toda a qualidade que tem. E quando ia voltar ao Atlético, conversei com ele, que falou que o Atlético era realmente a casa dele. Tenho certeza que ele vai retribuir dentro de campo o carinho da torcida, fazendo o que melhor sabe, que é jogar futebol, provocando os cruzeirenses. Espero que possa ajudar o Atlético a ganhar títulos”, disse.