Contratado no início da temporada para ser mais uma opção para o elenco do Cruzeiro, o meia Marquinhos Gabriel vem se destacando em seu início de trajetória com a camisa celeste.

Mesmo tendo atuado poucas vezes como titular, o jogador tem correspondido quando acionado pelo técnico Mano Menezes, e rapidamente caiu nas graças do torcedor cruzeirense.

Na vitória por 3 a 0 sobre o Tupi, no último sábado, o meia novamente entrou no decorrer da partida e mostrou um bom desempenho em campo.

A possível ausência de Rafinha, que sente dores na coxa direita, e é dúvida para o duelo com a Caldense, nesta quarta-feira (20), no Mineirão, pode abrir a brecha para que Marquinhos Gabriel tenha uma nova oportunidade entre os titulares.

Em entrevista coletiva, nessa segunda-feira, na Toca da Raposa II, Marquinhos destacou a força do elenco estrelado, lembrando que o time tem um extenso calendário de competições na temporada.

“Temos usado bem as peças que estão aqui, algumas contratações foram pontuais, a base já de outros anos. O elenco vai fazer muita diferença durante o ano, são 70 jogos, todo mundo precisa estar em alto nível. Temos muitas coisas para conquistar e começa pelo Mineiro. Seguir bem na Libertadores, e pensar jogo a jogo”.

Decisões pela frente

O jogador também comentou sobre as partidas decisivas que o time tem pela frente no estadual, e mostrou otimismo para o desfecho da equipe na competição.

“Agora é que o campeonato começa a entrar na reta final e a gente precisa fazer bons jogos, como fizemos no fim de semana. Aproveitamos as oportunidades. Os dois empates nos clássicos, que não deixaram a gente chegar em primeiro lugar, mas temos uma boa equipe para conquistar o título, e vamos fazer o possível para trazer este título para cá”.

Com 22 pontos, a Raposa precisa apenas de uma vitória simples contra a Caldense para garantir a segunda posição fase inicial do torneio, e assegurar a vantagem de decidir em casa, em uma eventual semifinal do estadual.

Em caso de tropeço, a equipe celeste vai depender do resultado do América, que tem um ponto a menos na tabela, e enfrenta o Guarani, no Independência.