Contratado no início de 2014, Martin Silva é um dos poucos jogadores que podem se dizer incontestáveis no Vasco. O goleiro se tornou titular absoluto, virou ídolo da torcida, ajudou o clube a subir na Série B e agora está perto de comemorar sua 100.ª partida com a camisa vascaína.

"Só tenho que agradecer a torcida, que ficou perto de mim como pessoa e atleta. No ano que eu cheguei, tive um problema com minha filha e os torcedores me deram força. Foi um momento emocionante para mim. Sobre essa marca, é um motivo de orgulho, pois ser titular 100 vezes com essa camisa não é fácil para ninguém. Estou muito contente e vai ser um orgulho dizer para todos que joguei 100 partidas pelo Vasco", comemorou ele.

Em entrevista ao site oficial do Vasco, Martin Silva, que é titular da seleção do Uruguai, diz que não se importou em disputar a segunda divisão no Brasil. Para ele, a história do Vasco é maior do que a divisão que o clube disputa.

"Quando recebi a proposta do Vasco da Gama, não duvidei nenhum segundo, pois se tratava de um clube com muita história. Fiquei muito contente por saber que um time dessa tradição tinha interesse em mim. Aceitei por achar um time está além de um resultado esportivo, de uma campanha ruim num determinado ano. O lugar do Vasco é na primeira divisão. A história do clube sempre vai ser a mesma. É um clube ganhador. Isso pesa mais que qualquer resultado. Fiz a escolha certa", assegura.