cruzeiro, vinicius popó, mauricio, copa são paulo

 

Xodós da torcida e promessas exponenciais da base do Cruzeiro, o atacante Vinícius Popó e o meia Maurício devem deixar à Toca II nos próximos dias para retomarem os trabalhos com o time sub-20. Segundo apurou o Hoje em Dia os atletas foram avisados de que, como ainda têm idade para a competição, fazem parte do planejamento para a disputa da Copa São Paulo do ano que vem. 

Segundo informações da reportagem o aviso de que a dupla voltaria ao time sub-20 foi dado no fim da última semana, antes mesmo do empate por 1 a 1 com o Bahia. O aviso, ainda de acordo com apurações, teria sido dado pelo ex-treinador do time júnior e hoje auxliar da comissão fixa do grupo principal, Ricardo Resende. 

Como o clube abriu mão de disputar a Copa Ipiranga no Rio Grande do Sul a partir do fim de novembro, o time sub-20 do Cruzeiro já encerrou o seu calendário de competições oficiais em 2019. E por isso o departamento de futebol da base antecipou o cronograma de treinamentos já pensando na Copinha de 2020.

Além de Popó e Maurício outro atleta também ficará à disposição do time sub-20: o zagueiro Jonathan, que estava treinando com a “equipe de cima” há algum tempo.

Quem ainda tem idade para disputar a Copa São Paulo mas mesmo assim ficará no time principal é o zagueiro Edu. É que o técnico Abel Braga tem à disposição cinco zagueiros na equipe, só que com ressalvas.

Dedé ainda está completamente indisponível por causa de um procedimento cirúrgico realizado em seu joelho. Léo se recuperou recentemente de uma fratura na clavícula, e além desses dois ficariam apenas os garotos Fabrício Bruno e Cacá. Por isso Edu não voltará ao sub-20. 

Aproveitar a base

Abel Braga falou após o empate em 1 a 1 com o Bahia sobre o aproveitamento de alguns jogadores da base na equipe principal. A resposta se deu em cima de uma pergunta que citou especificamente o atacante Vinícius Popó, que poderia ser o substituto do suspenso Fred contra o Athletico-PR no meio desta semana.

“Fred não joga vai jogar o Sassá. Vou inventar, pô? E colocar em cima do garoto (Popó) uma responsabilidade muito grande. Eles (garotos da base) vão entrando com calma, vão ter o momento deles”, explanou o treinador. 

Sub-20

Vinicius Popó e Maurício (além de Weverton) estiveram à serviço do técnico Célio Lúcio na reta final do Brasileiro Sub-20, e, inclusive, jogaram a partida que terminou 3 a 1 para o Palmeiras, resultado que eliminou a equipe azul da competição na última semana.

Há tempos esses jogaores não atuam no time principal. Maurício e Popó jogaram pela última vez no empate em 0 a 0 com o Fluminense, na 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Eles entraram nas vagas de Robinho e Sassá, respectivamente. 

O meia havia entrado no time também um jogo antes, no empate em 1 a 1 com o Internacional, no Mineirão, na rodada 23. Depois, Maurício não apareceu mais na escalação de Abelão.

Algo que pode acontecer nesta quarta-feira (06), já que o prata da casa foi relacionado para a viagem a Curitiba, onde acontecerá a partida contra o Athletico-PR. Maurício foi convocado por causa da ausência de Thiago Neves, poupado e que sequer viajou. O camisa 41 deverá ser a única opção como meia no banco de reservas na Arena da Baixada.  

 

Idade estourada

O lateral-esquerdo Rafael Santos já estourou a idade da Copa São Paulo e permanece no elenco principal. Assim como o atacante Welinton, o lateral Weverton e o volante Adriano. Santos nasceu em 1998, o avante, o ala e o meio-campista em 1999.Mas o limite para a competição de base do ano que vem é para nascidos até 2000.

Prestigiados 

Enquanto uns devem voltar ao sub-20 para depois tentarem mais espaço no time principal, outros jovens seguem bastante prestigiados. É o caso do zagueiro Cacá e do volante Éderson. Os dois são titulares de Abel Braga em circunstâncias diferentes. 

Cacá, que tem feito bons jogos e já marcou até gol, está no 11 inicial pela ausência de Dedé, lesionado. Éderson é titular absoluto e depois das saídas recentes de outras peças, como Lucas Romero, o jovem ganhou muito espaço desde que Rogério Ceni comandava a equipe.

Maurício fica para 2020?

Apesar de incluir o meia Maurício nos planos da Copinha, o Cruzeiro ainda não efetuou o pagamento ao Desportivo Brasil para exercer o direito de compra que tem em relação ao meia. O clube ainda tem prazo, pois a data limite de pagamento é o dia 30 de novembro. O valor para o time estrelado comprar mais 50% dos direitos econômicos do meio-campista é R$ 800 mil.