Atuar como homem de referência do ataque e ser o centroavante da equipe de Jorge Sampaoli é a função dada ao experiente Diego Tardelli. Com 110 gols marcados com a camisa alvinegra, o camisa 9 abraçou a causa, desde a saída de Ricardo Oliveira e Franco Di Santo, mas não está 100% satisfeito. O fato, inclusive, deixa a diretoria em alerta para a necessidade de buscar mais um reforço no mercado. E isso já vem sendo feito há algum tempo.

Durante a entrevista desta quarta-feira (8), na Cidade do Galo, o atacante foi claro ao destacar que prefere jogar mais fora da área, buscando o jogo e se movimentando mais. Porém, com a carência de outra peça para exercer a missão de ser o "homem-gol", ele espera que o diáologo com o comandante argentino ajude a transformar todo o esforço em gols.

"A princípio estou nesta posição, que me incomoda um pouquinho. Não gosto de ficar parado. Com ele (Sampaoli), nestes três meses, estou sendo esta referência. Estou me adaptando ali. Vou fazer o máximo possível para fazer o que ele pede", destacou Tardelli.

Sobre a volta do futebol, marcada a princípio para o próximo dia 26 (Campeonato Mineiro) e, na sequência, no dia 9 de agosto (Brasileirão), o atacante comemora.

"Estamos felizes. O que mais queremos é voltar a jogar. Estamos bastante preparados. Neste período de treinamentos, aperfeiçoamos as partes física e técnica, jogadas... Agora é chegar e tentar brigar pelo título do Mineiro e, claro, o Brasileiro, que é o nosso maior objetivo esse ano", finaliza.