A jogabilidade do FIFA 16 – o mais popular simulador de futebol no universo dos videogames – ainda não caiu no agrado do meia-atacante Luan, que é fã da série. Entretanto, ele pode se vangloriar de ser um dos protagonistas do melhor time brasileiro no mundo virtual. Agora, o desafio é transportar essa superioridade para a realidade.

Diante do Internacional, nesta quarta (14), às 19h30, no Independência, o Atlético tem mais uma chance para se aproximar do Corinthians e, em dezembro, comprovar que a vida imita a arte, conforme disse o escritor Oscar Wilde.

Terceiro melhor jogador do Galo, atrás só de Lucas Pratto e Victor, Luan pode até não ter gostado do FIFA 16, mas ficou feliz em se ver retratado no game como um bom velocista. Característica essa que ele pretende externar outra vez nesta quarta (14) e ajudar o Galo a vencer.

“O jogo está muito ruim. Eles não acertam um passe e é complicado de enfrentar até um time da quarta divisão da Espanha. Agora eles me colocaram com aquele cabelão esquisito. Gostei do personagem, estou num nível bom, correndo muito, igual fumaça”.

“São” Victor, que no FIFA 16 tem o mesmo nível dos selecionáveis Marcelo Grohe e Alisson, aposentou o videogame como passatempo na época do Super Mário Kart, game de enorme sucesso da década de 90. Mas concorda com os criadores do FIFA. O Galo tem força de sobra para ultrapassar o Timão e coroar o ano com o mais cobiçado troféu do futebol nacional.

“Eu não curto videogame. Para mim, futebol é só dentro de campo mesmo. Mas acho que retrataram bem o Galo no jogo, é um dos times mais fortes do Brasil mesmo”, diz.

Rivalidade

Por problemas de licenciatura nos direitos de imagem, Corinthians e Flamengo não aparecem no FIFA 16. Por outro lado, são representados no PES - Pro Evolution Soccer, principal franquia concorrente, desenvolvida no Japão.

Mesmo assim, o Atlético segue tendo o maior nível entre as concorrentes compatriotas.

No FIFA 16 e no PES, a força de cada time é reflexo da qualidade individual dos jogadores. Cada atleta possui um rating (avaliação), de zero a 99 pontos. Com 76 pontos, em média, o Galo supera o Corinthians, líder do Brasileirão, que possui apenas 71,6 de força.

Lucas Pratto e Victor estão entre os melhores do país, com 79 de pontuação. No Corinthians, o meia-atacante Renato Augusto é o destaque, com 80 pontos. Já o Inter, rival de logo mais, apresenta como principal estrela o meia-atacante D’Alessandro. O argentino, porém, está fora da partida desta quarta contra o Atlético.

A força de cada jogador é atualizada semanalmente e varia conforme o desempenho na vida real. O FIFA 16 conta com 3 mil olheiros que avaliam os atletas e enviam relatórios para a EA Sports, empresa que produz o game.

Melhor do Fifa 16, Galo busca superar o Colorado