Do fim de 2016, quando estava no Bahia, passando pela apresentação no Atlético, em 3 de julho do ano seguinte, até dezembro de 2017, Gustavo Blanco teve seu passe desvalorizado: caiu de 400 mil euros para 300 mil euros, segundo o site “Transfermarkt”. Mas o que veio a seguir foi um salto.

Em meados de 2018, seu valor de mercado, ainda de acordo com o site, já era de 1,5 milhão de euros, valor que permanece inalterado, mesmo diante de tantas lesões que lamentavelmente impediram o volante de entrar em campo por quase dois anos (nenhuma queda de valor foi registrada).

Considerado um dos principais nomes do alvinegro em 2018, antes da parada da Copa do Mundo, Blanco sofreu com problemas físicos. O primeiro se deu em julho: uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo.

Atlético

Depois de passar por uma cirurgia, teve uma nova lesão no mesmo local, já em janeiro de 2019, tendo que ser submetido a mais uma operação.

Agora, o volante mantém uma rotina de preparação física durante o período de paralisação (por conta do coronavírus) das atividades. Embora o departamento médico do Galo não faça previsão de retorno de seus atletas em casos de lesões, a expectativa é a de que o meio-campista volte a atuar ainda neste primeiro semestre.

Pelo Atlético, Gustavo Blanco soma 36 partidas, sendo 19 vitórias, dez empates e sete derrotas; ele marcou um gol e deu quatro assistências.