Mesmo suspenso, José Mourinho afirmou nesta sexta-feira (6) que vai assumir toda a responsabilidade pelo desempenho do Chelsea na partida deste sábado, contra o Stoke City, em rodada do Campeonato Inglês. O treinador não poderá ficar no banco de reservas por conta de punições acumuladas nas últimas semanas.

"Meus auxiliares estão completamente isentos de qualquer pressão extra. Eu escolhi o time e fiz o maior número de projeções possíveis sobre eventuais situações de jogo. Tentei preparar os jogadores e os auxiliares melhor do que nunca porque este será o único jeito [de buscar a vitória]", declarou Mourinho. "Eles estão preparados e, mais importante de tudo, estão protegidos pelo fato de que toda responsabilidade é minha."

Mourinho ainda não sabe de onde vai assistir ao jogo. Ele afirmou nesta sexta que vai decidir somente na hora da partida. Em último caso, disse poderá ver o jogo do tablet, sentado na esquina, próximo ao estádio do Stoke.

O treinador foi suspenso por um jogo após reincidir em críticas à arbitragem no período probatório, em razão de punição anterior. Mourinho teve a oportunidade de apelar da decisão tomada pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), mas desistiu de última hora, alegando que já sabia do resultado.

"Acho que é estúpido entrar em brigas que você sabe que vai perder. Vou viajar com o time e ficarei com o elenco até a entrada do estádio. Depois vamos voltar juntos para Londres", afirmou o técnico, que vive má fase no comando do Chelsea. Em razão da fraca sequência de resultados no Inglês e até na Liga dos Campeões, Mourinho já vem sendo questionado pela imprensa inglesa e vive sob pressão nesta primeira metade da temporada europeia.