O Camponesa/Minas bem que lutou, mas não resistiu às líderes do Rexona/Ades/Rio de Janeiro, nesta terça-feira (16), pela Superliga Feminina de Vôlei 2015/16. Jogando fora de casa, o time mineiro foi derrotado por 3 sets a 0 (parciais 25/20, 25/22 e 25/21), no ginásio do Tijuca. Thompson, da equipe mandante, foi eleita a melhor jogadora da partida.

Embora tenha conseguido equilibrar a disputa com o melhor time da competição, o Minas acabou tropeçando nos momentos finais de cada um dos sets. Com o revés e a combinação dos outros resultados da rodada, o time da Rua da Bahia caiu para a quarta posição na tabela de classificação. O Dentil/Praia Clube de Uberlândia é o vice-líder, e o Vôlei Nestlé, o terceiro colocado.

Após o jogo, a oposta Tandara lamentou a derrota. “Até na metade dos sets, estávamos seguindo taticamente, mas nos perdemos. No segundo set, errei em um momento crucial. Não podia ter errado. No geral, erramos bastante. Em alguns momentos, nos perdemos. Não sabíamos o que fazer. Tentamos, mas foi bem difícil. Agora, é erguer a cabeça”, avaliou.

A derrota freia uma ótima fase do Minas na Superliga Feminina. O time do técnico Paulo Coco vinha de três vitórias consecutivas na competição, sobre Renata Valinhos/Country (3 a 0), Sesi-SP (3 a 0) e Vôlei Nestlé (3 a 1).

O Minas volta a jogar na Arena Minas Tênis Clube, na próxima sexta-feira, quando recebe o Concilig/Vôlei Bauru, pela penúltima rodada da primeira fase da competição nacional.