O mais nipônico dos pilotos mineiros (o contrário também vale) inicia neste fim de semana um novo desafio. Agora com as atenções divididas entre as pistas de verdade e o automobilismo virtual, Igor Fraga atravessou o Atlântico e, depois do elogiado quarto lugar no Norte-Americano de F-2000, encara a primeira temporada de uma nova categoria que chega para ser passagem praticamente obrigatória na Europa.

E aprendizado será a palavra de ordem na primeira etapa da F-Regional Europa, em Paul Ricard (França). O campeonato nasce para ser o degrau seguinte à F-4 e preparar os pilotos à F-3 FIA (antiga GP3, disputada nos finais de semana da F-1).
Igor, que nasceu em Kanazawa de pais mineiros que migraram para a terra do Sol Nascente, vai ter de contar por enquanto com a ajuda dos games para se adaptar a traçados desconhecidos, como o francês. E como o programa para a temporada foi definido “aos 45 do segundo tempo”, foi possível fazer apenas um teste no Red Bull Ring (Áustria), ainda por cima em um Dallara F-3.

Em termos de equipe, o ipatinguense de coração tem tudo para ficar otimista: ele defenderá uma escuderia que une a estrutura do ex-campeão mundial de kart Danilo Rossi (DR Racing) à RP Motorsport, formação italiana que tem conseguido bons resultados e títulos na Europa e nos EUA.
O carro é um Tatuus F-318 (o mesmo usado a partir deste ano no Europeu de F-Renault) com um motor Alfa Romeo quatro cilindros turbo 1.800cc de 270 cavalos. Nada que assuste quem, na F-3 brasileira, de que foi campeão da Classe B em 2017, comandava um Dallara-Berta com 240cv.

Adversários de nome
Com perspectiva de 16 carros no grid neste começo de ano, Igor enfrentará adversários de respeito, inclusive de sobrenome famoso. A começar pelo outro representante brasileiro na categoria. Irmão mais novo de Pietro, piloto de testes da Haas (F-1), Enzo Fittipaldi foi campeão italiano da F-4 e integra a academia de jovens talentos da Ferrari – chega à competição com status de favorito.

Há ainda David Schumacher, filho de Ralf e sobrinho de Michael, que defenderá a  US Racing, que tem o pai como um dos sócios.
Outra atração é a veloz alemã Sophia Floersch, protagonista de um impressionante acidente no último GP de Macau, em que seu carro decolou no retão e foi parar num andaime instalado para posicionar fotógrafos – felizmente, um grande susto que confirmou o grau de segurança das máquinas atuais.
Com a missão de representar a McLaren nas corridas virtuais (venceu a seletiva para integrar o time McLaren Shadow), Igor não deixou de contar com uma ‘ajudinha’ do mundo virtual para  garantir o orçamento necessário. Ao lado dos patrocinadores brasileiros, que o acompanham há várias temporadas, seu carro vai expor a marca do game Gran-Turismo. O mineiro foi campeão do primeiro Mundial FIA do jogo, em Mônaco, recebendo o troféu das mãos de Lewis Hamilton.

Leia mais de automobilismo e motociclismo no site Racemotor (https://www.racemotor.com.br)

RÁPIDAS

MINEIROS VÃO AO PÓDIO NO RALLY RN 1500,
VÁLIDO PELO BRASILEIRO CROSS-COUNTRY

Quatro dias de areia, pedras e principalmente lama e aguaceiros, consequência das fortes chuvas que caíram nos últimos dias no Rio Grande do Norte. Um desafio e tanto para os cerca de 100 inscritos na 21ª edição do Rally RN 1500, válido pelo Brasileiro de Rally Cross-country (carros, motos, UTVs e quadriciclos). Ao fim de 870 quilômetros cronometrados, passando por São Miguel do Gostoso, Assu e Currais Novos, os representantes mineiros fizeram bonito. Túlio Malta (02BH Yamaha) foi o vice-campeão geral nas motos, à frente do lavrense Tunico Maciel (Honda Racing) – vitória do gaúcho Gregório Caselani (Honda). Entre os UTVs, Henrique Gutierrez/André Munhoz (Yoda Racing) também ocuparam o segundo degrau do pódio, superados apenas pelos cearenses Riamburgo Ximenes/Flávio França.

ALFENAS RECEBE NESTE FIM DE SEMANA

OS MELHORES DO PAÍS NO MOTOCROSS

Os melhores pilotos do país, além de representantes de Venezuela, Equador, Espanha e Costa Rica invadem, neste fim de semana, a pista do Motódromo Fênix Racing, em Alfenas. A cidade sul-mineira é palco da abertura do Brasileiro de Motocross 2019, com todas as categorias da competição em ação – Elite MX, MX1, MX2, MX3, MX4, MX5, MX2JR, MXJR, 65cc, 50cc, Nacional-Pro e MXF (feminina). No sábado, a movimentação começa às 8h, com os treinos livres, seguidos pelas tomadas de tempo, pelas corridas qualificatórias na MX1 e MX2 (novidade da temporada) e baterias das classes menores. No domingo as largadas se iniciam às 10h20.

BELAS PAISAGENS E TRILHAS TÉCNICAS MARCAM

SEGUNDA DO MINEIRO DE ENDURO

Piumhi e a Serra da Canastra foram palco da segunda etapa do Mineiro de Enduro de Regularidade, com direito à presença de pilotos de Goiás e São Paulo entre os 106 inscritos. Se a véspera do Enduro Portal da Canastra  foi de chuva, o sol resolveu marcar presença – mesmo com piso seco, as trilhas técnicas escolhidas pela organização foram um bom teste para os competidores. Na categoria Master, a principal da competição, vitória de Fábio Amaral, de Divinópolis. Demais categorias: Over 50: Edson de Castro Maciel; Over 55: José Antonio Fernandes; Novatos: Weidson S. Miranda; Brasil: Felipe Arantes e Estreante: Daniel R. Campos.