Recuperar terreno no Brasileirão. Em circunstâncias distintas, essa é a missão dos dois mineiros na penúltima rodada do turno da competição. O Cruzeiro recebe o Grêmio às 11h do domingo no Independência (o Mineirão recebe um evento de música sertaneja) disposto a se afastar de vez da zona do rebaixamento e continuar a subida na tabela.

Já o Atlético, depois de três derrotas consecutivas que derrubaram o time da quarta para a sétima posição, volta a ter pela frente um desafio fora de casa. E busca a reabilitação às 16h, no Engenhão, contra o Botafogo, a quem eliminou na Sul-Americana.

Pressão
Depois da eliminação nas semifinais da Copa do Brasil, o ambiente na Toca da Raposa II voltou a ficar carregado. Sem a possibilidade de reforçar os cofres com a premiação milionária e chegar ao tri, o grupo celeste se vê agora com um só objetivo na temporada: engrenar uma campanha à altura da tradição do clube.

O que, além de afastar qualquer risco de rebaixamento, passa pela classificação para uma competição sul-americana. E o desafio será trazer de volta o apoio da torcida, que, nas redes sociais, se mobilizou para um protesto nas imediações do Horto antes da bola rolar.

O duelo, aliás, terá jeito de ressaca dos dois lados do campo, já que o tricolor gaúcho também foi eliminado na Copa do Brasil e vê seu maior rival, o Internacional, na decisão.

Estreia
No Galo, o parâmetro considerado é a distância para os líderes, agora de nove pontos. Consequência dos tropeços diante do Athletico-PR (fora); Bahia (casa) e Corinthians (fora). Nos dois primeiros, com a equipe modificada pensando nos duelos com o La Equidad, pela Sul-Americana. No Itaquerão, o erro de Cleiton num tiro de meta acabou determinando um resultado menos justo do que o empate.

Rodrigo Santana teve a semana inteira para trabalhar e a diretoria agiu rápido para resolver o problema no gol. Com Cleiton na Seleção Brasileira olímpica e Victor ainda sem condições, o experiente Wilson chegou do Coritiba e, com um jogo-treino diante do Coimbra, faz sua estreia.

“Estamos muito atentos, o Barroca (Eduardo, treinador do Botafogo) é um cara bastante estrategista, vem de um grande jogo fora de casa, produziram bastante, e estarão diante do seu torcedor. Acredito que as dificuldades são essas, eles também vem acompanhando muito bem a gente e eles também precisam vencer”, acredita Santana.

CRUZEIRO X GRÊMIO

CRUZEIRO

Fábio; Edilson (Jadson), Fabrício Bruno, Léo e Dodô (Egídio); Henrique e Robinho; Thiago Neves, Marquinhos Gabriel, Pedro Rocha e David (Fred)
Técnico: Rogério Ceni

GRÊMIO

Paulo Victor; Galhardo, Geromel (David Braz), Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Rômulo, Alisson, Jean Pyerre e Everton; André
Técnico: Renato Gaúcho

HORÁRIO: 11h (domingo)

LOCAL: Independência

ARBITRAGEM: Rafael Nunes, auxiliado por Helton Nunes e Éder Alexandre (todos de Santa Catarina).

VAR: Rodrigo d’Alonso Ferreira (SC)

TV: Premiere

 

BOTAFOGO X ATLÉTICO

BOTAFOGO

Diego Cavalieri; Marcinho, Joel Carli, Marcelo (Kanu) e Gilson; Cícero, João Paulo e Alex Santana; Lucas Campos, Diego Souza e Luiz Fernando

Técnico: Eduardo Barroca

ATLÉTICO

Wilson; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Jair e Elias; Chará, Vinícius e Cazares; Ricardo Oliveira (Di Santo)

Técnico: Rodrigo Santana

HORÁRIO: 16h (domingo)

LOCAL: Engenhão

ARBITRAGEM: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Henrique Neu Ribeiro (todos de Santa Catarina).

VAR: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS).

TV: Globo