Ao contrário do que foi feito contra a Chapecoense, na última partida do Brasileirão entre confrontos de um mesmo mata-mata da equipe (no caso, entre os jogos ante o Cruzeiro, pela Copa do Brasil), o Atlético deve ir com força máxima para o duelo com o Goiás, neste domingo (28), no Serra Dourada, pela 12ª rodada da Série A.

Rodrigo Santana confirmou na tarde desta sexta-feira (26) que sua intenção é repetir ao máximo os jogadores que foram a campo contra o Botafogo na última quarta-feira (24), pela Copa Sul-Americana.

“Olha, minha ideia para o final de semana é, se possível, ir com os 11 que terminaram o jogo na quarta-feira contra o Botafogo. Hoje (sexta) eles ainda vão fazer um trabalho de recuperação, a gente vai reunir com o pessoal da fisiologia, com os médicos para a gente definir quem tem condições. Mas minha ideia é procurar mantê-los para jogar domingo com a mesma equipe que enfrentou o Botafogo”, disse o treinador.

O comandante do Galo planeja dar mais minutos de jogo para os atletas, já contando com a semana sem compromissos que a equipe terá entre as partidas contra Cruzeiro e Fluminense pelo Campeonato Brasileiro, válidas pela 13ª e 14ª rodadas do Brasileirão.

“Eu sempre gosto de dar sequência, repetir escalação, mas devido a essas três competições que a gente estava, era difícil. A gente sabe que daqui três ou quatro rodadas a gente vai ter semana cheia, então acredito que se possa dar uma carga maior de jogos para os jogadores”, afirmou.

Na quarta colocação do Brasileirão, com 20 pontos, o Atlético pode até ultrapassar o Flamengo e assumir o terceiro lugar caso vença o Goiás fora de casa, e o rubro-negro tropece no Maracanã, no clássico contra o Botafogo.

A equipe de Rodrigo Santana tem o terceiro melhor aproveitamento fora de casa dentre todas as equipes do Brasileirão. Até o momento, o Galo disputou cinco partidas fora de Belo Horizonte, venceu três e foi derrotado em duas oportunidades.

*Hugo Lobão sob supervisão de Thiago Prata.