Na sexta-feira passada, antes do embarque para São Paulo onde enfrentou, e empatou com o vice-líder Palmeiras, o técnico atleticano Rodrigo Santana usou as mudanças constantes a que estava obrigado a fazer como uma das justificativas para a fase negativa do time.

O treinador lembrou que, com as partidas em sequência, restava pouco tempo de adaptação dos substitutos, muitas vezes sem ritmo de jogo. Para alguns, uma desculpa usual e cômoda no meio do futebol.

Mas basta ver o panorama para a segunda partida de uma sequência encardida pelo Brasileiro e é difícil não dar razão ao ‘professor’. Afinal, mesmo não levando em conta o goleiro Victor, cuja lesão o mantém fora dos gramados há mais tempo, são oito os jogadores indisponíveis para encarar amanhã, às 20h, o líder Flamengo, num Maracanã lotado.

Começando por um problema que é comum ao rival e a outros times da competição: os desfalques provocados pela data Fifa.
Santana não conta com o goleiro Cleiton e o lateral-direito Guga (o primeiro titular), servindo à Seleção Brasileira Olímpica. Já Otero se apresentou à seleção da Venezuela. A lista ainda poderia contar com o volante paraguaio Martínez, mas ele se inclui em outro grupo, o dos contundidos.

Grupo que conta ainda com Jair, uma das ausências mais sentidas pela capacidade de apoio ao ataque além da função primária de marcação no meio-campo. E tem o colombiano Chará, opção ofensiva de velocidade. O zagueiro Réver desfalcou o time na derrota para o Vasco com um desconforto muscular na panturrilha esquerda e ficou fora do trabalho de ontem. O que torna mais provável seu retorno domingo, diante do Grêmio, no Independência.
Quem tem retorno garantido contra a equipe de Renato Gaúcho é Luan que, diante do rubro-negro, cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Esboço
Na atividade da terça-feira na Cidade do Galo, o técnico não fez mistério e esboçou a formação para encarar o Fla (que não tem Gabigol e Rodrigo Caio, com a Seleção; Arrascaeta e Filipe Luís, contundidos).

Ele manteve a formação com três zagueiros (Igor Rabello, Maidana e Leonardo Silva) e escalou no meio Nathan, Elias, Vinícius e Cazares. O argentino Di Santo é o homem de ataque e Wilson volta ao gol.

Para hoje está previsto novo treino, às 15h30, com a viagem para o Rio de Janeiro às 21h50.