José Antonio da Silva Nascimento, 49, operário do Centro de Convenções Amazonas, complexo que integra a estrutura amazonense para receber a Copa do Mundo, faleceu neste sábado, enquanto trabalhava.

Ele sofreu um infarto no início da tarde, chegou a ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. A família da vítima afirmou que ele não tinha problemas de saúde e criticou as condições de trabalho nas obras da arena.

O Centro de Convenções Amazonas está dentro do perímetro de segurança da Fifa e, durante a Copa do Mundo será utilizado em reuniões das delegações esportivas que a cidade de Manais receber.

Esta foi a segunda morte do dia nas obras da Arena Amazonas. De madrugada, Marcleudo de Melo Ferreira, de 22 anos, que trabalhava em um andaime, sofreu uma queda de aproximadamente 35 metros e também morreu.