O Cruzeiro venceu o Vasco por 2 a 1, de virada, no Mineirão, nessa quinta-feira (24), pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, e deu um salto na tabela de classificação.

Com o triunfo, a Raposa saiu da 17ª posição, dentro da zona de rebaixamento, para o 11º lugar, a três pontos do Coritiba, que hoje fecha o G-4.

Após o duelo, o técnico Mozart comemorou o resultado, afirmando que vê o cruzamaltino como um dos concorrentes ao acesso à Série A.

"Vitória importantíssima. Um confronto direto, de quem vai brigar lá em cima Então, aquele famoso jogo de seis pontos. Exaltar o que esses jogadores fizeram. Mais uma vez nós ficamos com 10 (jogadores) e eles tiveram que correr mais, com espírito de superação muito grande", disse o treinador, em entrevista coletiva, no Gigante da Pampulha.

Análise do jogo

Buscando a reabilitação na competição, o Cruzeiro viu o adversário abrir o placar logo aos oito minutos do primeiro tempo, com Morato.

Entretanto, a equipe celeste mostrou poder de reação e virou a partida com dois gols do volante Matheus Barbosa, ainda na primeira etapa, e conseguiu segurar a vantagem até o apito final.

"Eu achei que o Vasco iniciou muito bem o jogo. Nós equilibramos, tomamos o gol, mas conseguimos ter o poder para empatar e virar. Naquele momento, estávamos melhores. Voltamos melhores para o segundo tempo. Criamos as melhores ocasiões de gol na minha opinião e, nos últimos 15 minutos, eles colocaram dois centroavantes, o jogo ficou direto", analisou Mozart.

O comandante da equipe estrelada também fez questão de enaltecer a postura da equipe após as expulsões do zagueiro celeste Paulo e do meio-campista cruzmaltino Bruno Gomes, na parte final do primeiro tempo,

"Tenho que exaltar o que os jogadores fizeram no 11 contra 11, no 10 contra 10, os próprios jogadores foram solidários ao Paulo naquela situação porque realmente viram a injustiça que foi o lance. Não cabe a mim julgar, mas também acho que foi injusto (expulsar Paulo). Mas foi uma noite especial, vencer um confronto direto, um adversário que tem um peso dentro da competição, primeira vitória em casa, da maneira que foi, de virada, exaltar o que os jogadores fizeram e pensar no CSA porque domingo temos um jogo bem duro".

Citado por Mozart, o confronto com o time alagoano será às 20h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió, pela sétima rodada da Série B.