A sede administrativa do Cruzeiro foi alvo de vandalismo na madrugada deste sábado (22). O muro da fachada do prédio, localizado à rua Timbiras, no Barro Preto, bairro da região Centro-Sul da cidade, amanheceu pichado com frase impactante: “Itair Wagner. Sai ou morre (sic)”. 

De autoria desconhecida, a ameaça foi dirigida ao presidente do clube, Wagner Pires de Sá, e ao vice-presidente de futebol, Itair Machado, os maiores responsáveis pelo atual departamento de futebol celeste. 

Ainda durante a noite, a frase anteriormente escrita no muro foi tampada por uma outra camada de tinta spray. O que deixou dois retângulos azuis no muro (veja foto). 

De acordo com a assessoria de imprensa do clube, “O Cruzeiro tem cameras de segurança em toda a sede e já está avançando na identificação dos responsáveis pela pichação. O Clube tomará as medidas judiciais cabíveis”, diz a nota enviada ao Hoje em Dia

Bastidores inflamados 

Desde o fim de maio, o Cruzeiro vive dias intensos em seus bastidores, após divulgação de matéria investigativa no programa dominical Fantástico, da TV Globo. 

De lá para cá, várias denúncias envolvendo dirigentes do clube, conselheiros e empresários se tornaram públicas por meio de reportagens. 

A mais recente delas envolvendo até a esposa do presidente Wagner Pires de Sá, que teria discutido com a secretária do Conselho Deliberativo do clube. O episódio também gerou um boletim de ocorrência na Polícia.

Muro Cruzeiro Pichação

Ainda durante a noite, a frase anteriormente escrita no muro foi tampada por uma outra camada de tinta spray