A porta da Toca da Raposa II ficou movimentada antes do treino desta terça-feira (3). Cerca de 40 torcedores foram ao centro de treinamento do Cruzeiro levar apoio aos jogadores nesta semana que contempla duas decisões, contra o Vasco, nesta quarta (4), pela segunda rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores, e no domingo (8), na grande decisão do Campeonato Mineiro, contra o Atlético.

Jogadores como Thiago Neves, Edílson, Dedé e Lucas Romero pararam para conversar com os torcedores. Além de apoio, alguns membros de torcida organizada pediram raça, cobraram empenho nas duas decisões, e relataram tristeza pela derrota por 3 a 1 para o Atlético no jogo de ida da final do Campeonato Mineiro.

“Esses caras aí nunca zoou nós. Otero jogou aonde? Você sabe nossa indignação, sabe o que a gente tá cobrando. [A gente tá aqui para apoiar, a gente não veio quebrar nada, só para apoiar]. Nós não veio bater em ninguém, nós não veio quebrar nada. Nós tem sentimento demais, é muito sentimento. Meu coração chegou até doer. [A gente quer a raça dentro de campo], um carrinho, [chuta para fora, vibra, chama a torcida. A gente vai vibrar junto com vocês. Amanhã e domingo, principalmente domingo. Valeu, Thiago] (sic)”, disseram dois torcedores que pararam Thiago Neves na entrada da Toca II.

Na entrevista coletiva, o volante Lucas Romero, que tem atuado improvisado como lateral-direito, contou o teor de uma das conversas com os torcedores. “Parei para conversar. Foi uma demonstração de apoio ao time, para mostrar que o torcedor está conosco e que acredita na equipe”, disse o argentino.

Compatriota de Romero, Mancuello também comentou sobre a visita dos torcedores e os pedidos feitos por eles. “Não é diferente do que eles fizeram durante toda a temporada, com mensagens de apoio. E a gente sabe o que fez bem e o que fez mal. Agora vamos encarar um jogo importante, é estreia em casa na Libertadores. Sabemos o comprometimento que temos de ter para no reabilitar da derrota de domingo”, comentou.

O Cruzeiro recebe o Vasco nesta quarta-feira às 21h45, no Mineirão. Será o segundo jogo da Raposa na Copa Libertadores. Na estreia celeste na competição o time de Mano Menezes perdeu para o Racing por 4 a 2, primeiro tropeço em partida decisiva do esquadrão azul.