O Atlético até contou com a “lei do ex” no duelo com o Atlético-GO, neste domingo (17), no estádio Antônio Accioly, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas ela não foi suficiente para evitar a derrota por 2 a 1.

Ex-jogador do Dragão, clube que defendeu até junho, o zagueiro Nathan Silva abriu o placar para o Galo, aos 13 minutos do segundo tempo, de cabeça, após escanteio cobrado por Nacho Fernández.

O tento anotado na capital goiana, inclusive, foi o segundo em dois jogos de Nathan, que já havia balançado as redes no duelo com o Santos, na última quarta.

Entretanto, poucos minutos após deixar o Atlético em vantagem, o defensor viu os donos da casa virarem o marcador com gols de Janderson e Oliveira, e encerrar uma invencibilidade de 18 jogos do time comandado por Cuca no Brasileirão.

Após a partida, Nathan Silva lamentou muito o revés para o Atlético-GO, e já pede reação imediata do time alvinegro.

“É uma derrota que vai doer bastante, estávamos na frente e tomamos dois gols bobos. Agora é ter a cabeça no lugar, continuar trabalhando, jogo a jogo. Tenho um respeito e carinho pelo Atlético-GO, clube que abriu as portas pra mim. Fico triste pela derrota, mas seguir trabalhando que temos coisas grandes para buscar pela frente”, disse o zagueiro, em entrevista ao SporTV.

O Atlético vai buscar a reabilitação no Brasileirão no próximo domingo (24), às 16h, diante do Cuiabá, no Mineirão.

Antes, na próxima quarta, encara o Fortaleza, no jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, em jogo marcado para às 21h30, também no Gigante da Pampulha.

Leia mais
Galo perde de virada para o Atlético-GO e pode ver vantagem sobre o Fla diminuir
Derrota ofusca marca positiva de Nacho, segundo melhor garçom do Atlético na temporada
Derrota para o Atlético-GO encerra invencibilidade de 18 jogos do Galo no Campeonato Brasileiro