Nascido em Blumenau, Santa Catarina, o meia Nathan se tornou uma das principais peças do Atlético comandado pelo técnico argentino Jorge Sampaoli. Artilheiro da equipe na temporada ao lado de Savarino, cada um com quatro gols, o jogador de 24 anos busca inspiração num belga, pupilo de Pepe Guardiola.

Criado na cidade-sede da Região Metropolitana do Vale do Itajaí, ou Vale Europeu, o meio-campista do Galo assiste vídeos do meia De Bruyne, de 29 anos, e tenta 'copiar' algumas de suas funções dentro das quatro linhas. Curiosamente, neste território catarinense que engloba vários municípios, além da forte e predominante influência dos colonizadores alemães, houve também a imigração de agricultores vindos da Bélgica, em meados de 1840.  

“O Sampaoli, logo quando ele chegou, me passou muitos vídeos da forma como ele quer que eu jogue, o que gostaria que eu fizesse dentro de campo. Ele e a comissão técnica me passaram muitos vídeos mostrando, comparando. Ele me passou muitos vídeos mostrando como o De Bruyne joga. Essas bolas infiltradas na frente da zaga, ele chegando para bater”, contou o meio durante entrevista remota concedida nesta sexta-feira (18).

“Pego o De Bruyne como referência porque ele me passou o que quer, passe entre linhas e movimentação, dominar bola girando, são coisas me favorecem, sou jogador que gosta de se manter entre linhas, fazer infiltrações. De Bruyne é um jogador que acompanho mais agora, importante porque se espelhar em jogadores que fazem funções parecidas, e ele, no momento, faz função que eu faço”, acrescentou.