Pouco mais de dois dias após ter sido apresentado como novo técnico do Cruzeiro, Ney Franco comandou da beira do campo a reabilitação da Raposa no Campeonato Brasileiro da Série B.

O triunfo do time celeste  por 1 a 0 sobre o Vitória, na noite dessa sexta-feira (11), no Mineirão, pela 9ª rodada do torneio, marcou a reestreia do comandante à frente da equipe celeste, após 16 anos. 

Além de iniciar o trabalho com o pé direito, Ney viu a equipe quebrar um jejum de cinco jogos sem vitória na competição e deixar o Z-4.

Após o confronto no Gigante da Pampulha, o treinador afirmou que a equipe teve muitos méritos  para conquistar o resultado positivo na partida.

"A gente teve uma vitória merecida. Um resultado justo. E dentro dessa justiça, o merecimento foi na forma da equipe jogar, uma equipe que entrou em campo procurando o gol o tempo todo. Tivemos alguns momentos dentro da partida, principalmente no final do primeiro tempo, quando nossa equipe deu uma queda de rendimento, mas no segundo tempo, com alguns ajustes, algum posicionamento no intervalo e depois nas substituições, a nossa equipe ganhou uma força ofensiva enorme, e criamos várias movimentações ofensivas, proporcionando essa possibilidade de criar gols, saiu o gol", disse Ney.

O técnico da Raposa também vê a atuação diante do Leão como referência para o time - que vem oscilando no início da competição - na sequencia da Série B.

"A gente sai daqui muito feliz com a estreia, no meu caso, a minha estreia, e o mais importante uma vitória dentro do Campeonato Brasileiro em um jogo que nos dá uma referência agora. Logicamente que é uma equipe que tem que ser ainda, a cada rodada, melhorada, e dentro disso, a gente disputar um campeonato com a referência que tivemos hoje, principalmente no segundo tempo".

Depois de ajudar o time celeste a ganhar novo fôlego no campeonato, Ney Franco vai ter a semana livre para trabalhar com o time na Toca da Raposa II.

O próximo compromisso do Cruzeiro será no próximo sábado (19), quando vai enfrentar o CSA, às 21h, no estádio Rei Pelé, em Maceió.