Os volantes Nilton e Wellington, ambos do Internacional, foram flagrados em exames antidoping realizados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em jogos da Copa do Brasil e do Brasileirão. Os dois atletas foram pegos por uso de diuréticos - usualmente utilizados para mascarar substâncias dopantes - e estão preventivamente suspensos por 30 dias.

Nilton foi pego em duas ocasiões. Primeiro, na partida diante do Corinthians, pelo Brasileirão, em 16 de setembro, em partida vencida pelo Inter por 2 a 1. Depois, diante do Palmeiras, em 30 de setembro, pela Copa do Brasil - o jogo terminou empatado em 1 a 1.

Já Wellington, que pertence ao São Paulo, foi flagrado na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Palmeiras, em 23 de setembro. Na ocasião, ele e Nilton formaram a dupla de volantes do Inter, mas só o ex-são-paulino foi sorteado para fazer controle de doping - o Inter foi derrotado e eliminado.

Em nota, o Inter disse que "confia na inocência dos atletas e já iniciou todos os procedimentos para fazer as suas defesas junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)". Os resultados divulgados nesta segunda-feira (9) já são das amostras 'B'.