Clássico é clássico. A máxima se aplicar inclusive nos confrontos entre grandes rivais nas temporadas em que um deles não está na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. Desde 1992, quando o Grêmio foi o primeiro integrante do G-12 a amargar a Segundona, são 35 jogos com este enredo. A vitória cruzeirense por 1 a 0 do último domingo (11) foi a sétima de um rebaixado. A equipe que seguia na elite venceu nove vezes. Foram 18 os empates.

Apenas no cenário de Atlético x Cruzeiro, foi o quinto jogo com um deles na Série B. E a primeira vitória de quem não joga a Série A na temporada. Em 2006, foram dois empates e uma vitória da Raposa (2 a 0). No ano passado, o Galo fez 2 a 1.

Cruzeiro Atlético 2021No maior clássico mineiro, o time que disputa a Série B na temporada nunca tinha vencido o confronto, escrita quebrada pelo Cruzeiro com o 1 a 0 do último domingo 

O grande clube mais envolvido neste tipo de confronto é o Flamengo, pois Fluminense, Vasco e Botafogo têm o time da Gávea como maior rival e já frequentaram as divisões inferiores do Brasileiro, sendo que no caso do Tricolor, ele jogou a Série C em 1999.

O rubro-negro carioca esteve em campo em 17 dos 37 clássicos neste cenário. Foi derrotado por todos os rivais pelo menos uma vez, sendo o Vasco seu maior carrasco, pois ganhou três vezes, uma em 2009 e duas em 2016. O Fluminense ganhou em 1999, e o Botafogo em 2015.

Contra o maior rival, o Vasco, o Flamengo viverá nesta quarta-feira (14) a chance de diminuir a freguesia quando enfrenta o Cruzmaltino numa temporada em que ele está na Série B. Somando os números de 2009, 2014 e 2016, foram sete clássicos, com três vitórias vascaínas, três empates e apenas uma vitória flamenguista.

Começo

O primeiro clássico numa temporada em que um dos dois rivais disputava divisão inferior do Brasileirão foi em 14 de junho de 1992, um GreNal disputado no Estádio Olímpico.

Com gols de Jandir e Lira, os gremistas fizeram valer o mando de campo e ganharam por 2 a 0. Quando esta partida aconteceu, o tricolor gaúcho já tinha garantido seu retorno à elite, pois o Campeonato Brasileiro de 1992 foi jogado no primeiro semestre e o Grêmio garantiu o acesso em abril.

O principal clássico paulista, entre Corinthians e Palmeiras, já aconteceu em três temporadas com um deles na Segundona. E o time rebaixado nunca venceu.

Este ano, em que além do Cruzeiro, Vasco e Botafogo também jogam a Série B, já tinha acontecido a vitória do Flamengo sobre o time da Estrela Solitária por 2 a 0, em 24 de março, no Engenhão, pelo Campeonato Carioca.