Dia 18 de março. Em tratativas com outro clube, o americano Ademir se negou a entrar em campo ou sequer ocupar um lugar no banco de reservas do América contra o Treze, pela Copa do Brasil. O fato deixou furioso o presidente do Coelho, Alencar da Silveira Júnior: "não estou acostumado com molecagem, tem que ser profissional". Oito meses depois, o cenário é outro. O atacante se tornou exemplo de profissionalismo dentro do clube e peça-chave do time na ótima campanha no Brasileiro. E, nesta quarta-feira (17), às 19h, no Independência, ele é a principal esperança alviverde de um triunfo sobre o Atlético-GO, pela 33ª rodada da competição por pontos corridos.

“Perdoado” no CT Lanna Drumond, o Fumacinha já tem um pré-contrato com o Atlético para a próxima temporada. Mas até lá, se comprometeu a ajudar o América a garantir a permanência na Série A e, quem sabe, conquistar uma vaga a uma competição sul-americana. Até agora, é inegável o empenho e o poder de decisão do arisco avante.

Ademir é o atleta do Coelho com mais participações diretas em gols da equipe neste Brasileiro. É o artilheiro do Alviverde no campeonato, com nove bolas na rede, além de colaborar com duas assistências – no quesito passes a gol, fica atrás de Lucas Kal, com quatro, e Juninho Valoura, com três.

Competição sul-americana

Antes do início da 33ª rodada, as chances de o América obter uma vaga na Copa Sul-Americana eram de 80,7%; na Libertadores, 14%, de acordo com o departamento de matemática da UFMG. Atualmente, o Coelho ocupa a nona colocação, com 44 pontos.

Para alcançar um lugar em uma das duas competições, Ademir e companhia confiam nas estratégias do técnico Marquinhos Santos, que tem 80% de aproveitamento no comando do time.

“É continuar na mesma pegada. Se mantiver neste caminho, com muita humildade, muita tranquilidade e trabalho forte, a gente vai conseguir chegar à pontuação (45 pontos) e depois sonhar com coisas maiores”, destaca o avante.

América

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA X ATLÉTICO-GO

AMÉRICA
Matheus Cavichioli; Patric, Bauermann, Ricardo Silva e Marlon; Lucas Kal, Juninho e Alê; Ademir, Zárate e Felipe Azevedo.
Técnico: Marquinhos Santos

ATLÉTICO-GO
Fernando Miguel; Dudu, Éder, Pedro Henrique e Igor Cariús; Willian Maranhão, Marlon Freitas e João Paulo; Janderson, Zé Roberto e Ronald
Técnico: Marcelo Cabo

DATA: 17 de novembro de 2021 (quarta-feira)
HORÁRIO: 19h
LOCAL: Independência
CIDADE: Belo Horizonte
MOTIVO: 33ª rodada do Campeonato Brasileiro
ARBITRAGEM: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Jose Eduardo Calza, todos gaúchos
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR Fifa/RJ)
TRANSMISSÃO: Premiere