Graças a um triunfo nas cobranças de pênaltis sobre o Deportivo Capiatá, após vitória por 1 a 0 no tempo normal, em jogo em encerrado no início da madrugada desta sexta-feira (24), em Luque, no Paraguai, o Boca Juniors se tornou o último classificado às quartas de final da Copa Sul-Americana. O time argentino havia sido surpreendido no jogo de ida, no qual caiu por 1 a 0 em plena La Bombonera, mas conseguiu reverter a vantagem no sufoco.

O modesto Capiatá começou a se complicar no duelo diante do tradicional adversário após a expulsão do volante Gustavo Velázquez, punido com o segundo cartão amarelo e a consequente exclusão de campo, aos 19 minutos do segundo tempo. E, aos 29, Jonathan Calleri colocou o Boca na frente.

Já na disputa por pênaltis, a equipe de Buenos Aires venceu por 4 a 3, depois de o goleiro Orión ter feito a última cobrança da equipe e depois parado Arturo Aquino na derradeira batida da equipe da casa.

Com o resultado, o Boca se credenciou para encarar nas quartas de final o Cerro Porteño, que nas oitavas de final eliminou o Lanús, atual campeão da Sul-Americana.

Único brasileiro ainda vivo na competição, o São Paulo terá pela frente o Emelec nas quartas de final, que contará também com os confrontos Atlético Nacional x César Vallejo e Estudiantes x River Plate. As datas, horários e locais dos jogos ainda não foram anunciados pela Conmebol.