O Libertad ficou com a última vaga na fase de grupos da Copa Libertadores de 2019. Na noite desta quinta-feira, (28), o time paraguaio foi derrotado pelo Atlético Nacional por 1 a 0, mesmo placar de sua vitória sobre o rival colombiano no jogo de ida, mas levou a melhor nas penalidades.

Jogando fora de casa, os paraguaios venceram por 5 a 4 e asseguraram vaga no Grupo H, do Grêmio. A mesma chave tem também o Rosario Central e a Universidad Católica. O Libertad vai fazer justamente o jogo de abertura do grupo, contra a Universidad, no dia 6 de março (quarta que vem), em casa.

Para avançar na competição, a equipe paraguaia precisou segurar a derrota por 1 a 0 para o Atlético Nacional, campeão da Libertadores em 2016. O time colombiano, comandado pelo técnico brasileiro Paulo Autuori e com o atacante Hernán Barcos (ex-Palmeiras e Grêmio) em campo, chegou a abrir o placar, aos 34 minutos, com Jeison Lucumi. Mas não conseguiu ir além do primeiro gol.

As penalidades acabaram sendo decididas de forma precoce. Isso porque Daniel Bocanegra, do Atlético, errou logo a primeira cobrança. Foi a única finalização desperdiçada em toda a série, vantagem mantida pelo Libertad até o fim.

Leia mais:
Relatos de violência são detalhados no Parlamento da Venezuela
Comparado a outros clubes, Galo tem melhor situação na volta da 3ª fase da Libertadores
Dupla infernal: Cazares e Ricardo Oliveira somam 14 participações em 17 gols do Atlético