Cruzeiro, raposa, marcelo moreno

 

O grande nome do Cruzeiro na temporada 2020 até aqui está chegando. Após resolver seu desligamento do Shijiazhuang Ever Bright, da China, o atacante Marcelo Moreno é aguardado nesta terça-feira (18) em Belo Horizonte.

O boliviano chegou ao Brasil e já se encontra em Porto Alegre, de onde partirá para vir à capital mineira no começo da próxima semana. A previsão é que o "Flecheiro" chegue no aeroporto da Pampulha por volta das 11h30, vindo do Sul do Brasil em voo em um "jatinho".
Em áudio vazado nas redes sociais no último sábado, Marcelo Moreno falou do seu retorno ao Brasil, mais especificamente para participar desse momento de reconstrução do Cruzeiro. 

“Isso aqui que estou fazendo é bem complicado, é bem difícil. Mas estou pensando na minha família também. Muitas vezes dinheiro não compra saúde. É uma decisão muito minha, muito pessoal. Eu sei que vão me chamar de maluco, mas que seja maluco pelo Cruzeiro. Loco de amor pelo Cruzeiro e não por outras coisas. Tenho certeza que outro jogador não faria o que estou fazendo. Eu quero voltar. Quero fazer parte desta reconstrução. Acho que vai valer a pena ajudar o Cruzeiro neste momento”, revelou em mensagem que circulou no Whatsapp.

Estima-se que com a saída de Marcelo Moreno do clube chinês, o atacante tenha optado por deixar de ganhar algo em torno de R$ 50 milhões, já que tinha mais dois anos de contrato com o Shijiazhuang, da segunda divisão da China.

O salário do centroavante, parte paga pelo Cruzeiro, será de R$ 200 mil, com uma aporte financeiro do empresário Pedro Lourenço nesse primeiro ano de contrato. Caso o time celeste garanta o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em 2021, os vencimentos de Moreno dobram (R$ 400 mil), ficando sob responsabilidade do próprio clube. 

O atual salário de Marcelo na China aproximava-se dos R$ 1,7 milhão.

A decisão do atacante em retornar ao Brasil acontece também pela situação vivida no país asiático, epicentro da epidemia do coronavírus, doença respiratória que já fez vítimas ao redor do mundo.

O interlocutor do departamento de futebol do Cruzeiro com o Conselho Gestor, Carlos Ferreira, disse ao Hoje em Dia, pouco antes de anunciar em sua conta particular no Twitter, que Marcelo Moreno chega para "ajudar o clube nesse momento, e será muito bem-vindo", afirmou.

No mesmo áudio em que falou sobre sua volta ao Brasil, Moreno ressaltou o fato de estar há cinco anos em um mercado onde o futebol é diferente do brasileiro. "“Eu sei que passei cinco anos na China e não sei como vai ser. Mas pode ter certeza que vou deixar tudo em campo, como sempre foi. Vamos que vamos. Vamos na fé que Deus abriu esse caminho, abriu essa porta para mim e tenho certeza que vou colher os frutos”, comentou.