Primeiro tempo passivo, segundo tempo para deixar Sampaoli orgulhoso, resultado injusto. Assim foi a partida dessa quarta-feira (14), contra o Fluminense, no Mineirão, na visão do treinador atleticano. O motivo para duas etapas tão distintas, segundo o comandante, foi a atitude alvinegra.

“O time despertou. Teve não menos que 12 ou 15 chances no segundo tempo, contra um oponente que esperava para contra-atacar. Temos que aprender essas coisas e ir bem os 90 minutos.  Me surpreendeu nossa postura no primeiro tempo. No segundo tempo, houve uma grande diferença. Ficamos o tempo todo no campo adversário”, avaliou o argentino.

Para ele, o empate em 1 a 1 não reproduziu aquilo que foi a partida, no contexto geral. “No segundo tempo fomos melhores, tivemos inúmeras chances a gol, ficamos o tempo todo, de maneira valente, no campo adversário. Infelizmente, não concluímos. Valorizo muito o segundo tempo, lamentavelmente não vencemos”, disse.

Ele espera que, daqui para frente, sua equipe saiba impor mais o jogo para obter êxito e seguir forte na briga pelo título da Série A. Até porque, de acordo com Sampaoli, o Atlético “é a única equipe que fica totalmente no campo adversário”. 

O próximo desafio do Galo é contra o Bahia, na segunda-feira (19), às 20h, pela 17° rodada do Brasileirão.

Atlético