Minutos antes de entrar em campo para substituir o centroavante Leandro Damião, aos 33 minutos do segundo tempo, Vinícius Araújo recebeu um incentivo do treinador interino, Deivid, na noite desta quarta-feira (1) na partida contra a Ponte Preta, em Campinas: "o Deivid falou que eu iria entrar e fazer o gol", contou o atleta celeste. A partida estava empatata em 1 a 1 e Vinícius Araújo marcou o gol da vitória no último minuto da partida, aos 48.

Com a semana agitada nos bastidores, com a demissão do treinador Vanderlei Luxemburgo, o diretor de futebol Isaías Tinoco e também a contratação do novo treinador Mano Menezes, o atleta comentou sobre o momento e comemorou a vitória, que veio como alívio para os celestes. O Cruzeiro não vencia e não marcava sequer um gol nos últimos quatro jogos. O time passou em branco diante o Joinville (3 a 0); o Internacional (0 a 0); Corinthians (3 a 0) e Santos (1 a 0).

"Acho que todo grupo merece. A gente sabe da dificuldade, cobrança, a gente sabia que precisava da vitória hoje. A gente vem batalhando, trabalhando firme, mas as vitórias não vinham acontecendo. Mostrando que a torcida tem que comparecer ao estádio e apoiar", destacou.

"(Sobre chegada do Mano) Temos que mostrar serviço. O Deivid falou que eu iria entrar e fazer o gol. Agradecer muito a ele. Minha família, amigos, e, primeiramente, a Deus. Agora temos que buscar essa vitória em casa", disse.

Mano Menezes assistiu a partida em uma das cabines do estádio. Ele será apresentado oficialmente na manhã da próxima sexta-feira na Toca da Raposa II.