Futebol e poker compartilham algumas características que se destacam em públicos bem específicos: natureza competitiva, desafio e habilidade mental. Para os jogadores de poker, o psicológico tem muito mais importância do que o físico e por isso eles não são conhecidos por serem atletas esbeltos. No entanto, ambas as ocupações exigem força mental, estratégia e tenacidade. E talvez seja justamente por esses detalhes que alguns atletas de futebol famosos seguiram carreira no poker.

Uma das ligações mais notáveis do futebol com o poker aconteceu quando o ex-jogador de futebol profissional Anthony Gardener venceu o torneio Dusk Till Dawn - um dos melhores lugares para ver torneios ao vivo - em Nottingham, na Inglaterra.

Mas se você ainda não acredita na semelhança entre os dois esportes, continue lendo para descobrir a forte conexão entre futebol e poker.

Jogar de forma amadora ou profissional

Campo - post HD

Uma grande semelhança entre futebol e poker é a possibilidade de jogar de forma amistosa, apenas para se divertir entre amigos, inclusive online. Porém, também é possível atuar de forma profissional, com a possibilidade de participar de torneios sérios e grandes. Em ambos os esportes é possível se profissionalizar e ser uma autoridade no assunto.

A diferença é que no futebol é preciso muito treino e experiência em campo para poder conseguir jogar ao lado de jogadores proeminentes. Enquanto no poker, você pode se arriscar a jogar com outros profissionais, mesmo que não tenha tanta experiência.

Popularidade
Os campeonatos de futebol e poker são mundialmente famosos e atraem multidões de pessoas de todas as idades e esferas da vida. Por isso, alguns jogadores se destacam mais do que os outros e se tornam celebridades. Tanto no poker quanto no futebol existem atletas amados por muita gente. Os atletas de futebol Cristiano Ronaldo e Messi e os jogadores de poker Justin Bonomo e Doyle Brunson são exemplos de celebridades dos esportes.

Personalidade única
Mesmo que você seja um apaixonado pelo esporte bretão ou pelo estiloso jogo de cartas, não há como negar que boa parte da popularidade de ambos vem do carisma de seus jogadores. São eles que adicionam estilo e substância a um jogo ou competição. Com suas personalidades únicas, eles conquistam fãs e admiradores em diversas partes do mundo.

Por exemplo, podemos citar novamente Cristiano Ronaldo, um jogador carismático e ao mesmo tempo cheio de habilidades futebolísticas únicas que o diferencia dos demais. Outro nome de destaque que possui uma personalidade marcante, Justin Bonomo é uma sensação do poker de apenas 34 anos conhecido pelo aguçado intelecto para o jogo.

Estratégia mental
Não se engane, não é apenas porque o futebol é um esporte de habilidades físicas que o jogador não tem que ter estratégias mentais para conseguir vencer o oponente. Dentro de campo o atleta precisa identificar os pontos fracos do oponente para criar uma defesa mais forte e um ataque eficaz. No caso do poker, os jogadores aprendem desde cedo a identificar blefes e a estratégia básica de seus oponentes.

Campeonatos mundiais
Estruturalmente, o poker e o futebol também compartilham algumas semelhanças. Ambos possuem campeonatos grandiosos como a Copa do Mundo – que acontece a cada quatro anos – e a Liga dos Campeões da Europa. Já no poker temos o famoso World Series of Poker, realizado anualmente em Las Vegas. Esses torneios são os mais aclamados do mundo e o sonho de consumo de todo jogador.

Jogadores de futebol que se tornaram profissionais do poker
Alguns dos melhores atletas de futebol profissional optaram por continuar jogando, mas não mais no gramado verde. O poker oferece a chance de permanecer em uma arena, onde sua condição física não é tão relevante.

Um dos mais famosos é certamente Gerard Piqué. A grande estrela do Barcelona também faz bonito nas mesas de poker, conseguindo se destacar entre os jogadores profissionais.

Então, como você conferiu, o poker e o futebol têm muito em comum: além de serem recreativos e profissionais, também são fontes de entretenimento, diversão e competição. Eles derrubam fronteiras e fundem culturas, trazendo uma competitividade saudável e amigável para todos.